POMBO SEM ASA - WASHINGTON NASCIMENTO -23/10/2011
Rodadas decisivas

Só mais um. Na rodada final da primeira fase do campeonato sergipano da A2 somente uma vaga está realmente sendo disputada. Nos jogos Boquinhense x Boca Junior e Amadense x Lagarto deverá sair o outro clube que estará junto do Sete de Junho pelo grupo A, na disputa com Neópolis e Laranjeiras pelo grupo B, da segunda fase.

Lagarto e Boca disputam suas partidas, um de olho no outro. Com 19 pontos, a equipe esmeraldina precisa apenas vencer seu adversário para garantir a vaga. Enquanto isso, o Boca precisa vencer o Boquinhense no seu acanhado estádio, e torcer por um tropeço do Lagarto. No inicio da semana era certa a dispensa de vários jogadores do time verde de Tobias Barreto. Porém, dirigentes do Boca afirmam que outros jogadores foram contratados pelo Amadense e que o time vai prá cima do Lagarto. É esperar prá ver. Claro que o Boca tem vivo interesse numa boa jornada do Amadense.

As emoções dessa última rodada ficam por conta de quem vai para a segunda fase, se Boca Junior ou Lagarto. Uma pena que um dos dois fique de fora. Com que ficar, ficará também um dos poucos bons estádios sergipanos para a disputa da divisão especial de 2012.

Cuca. Está se tornando craque em manter times a caminho da degola na série A do campeonato brasileiro, esse competente técnico Cuca. Dizer que o Fluminense jogou desfalcado é uma justificativa injusta para o trabalho do treinador do Atlético. É um erro enorme acreditar que quem vai jogar com os prováveis rebaixados vai ter vida fácil. Que o digam Fluminense e Botafogo, que jogaram e perderam seus jogos na noite desse sábado.

Está certo que o Flu estava desfalcado de Fred, Deco e Marquinhos. Mas não se admite um time da estirpe do tricolor, não ter no banco jogadores que possam substituir a altura. Ainda mais que o campeonato já está na reta final e que todos têm que estar prontos para os decisivos jogos finais. Não vale mais a velha e esfarrapada desculpa de falta de entrosamento ou de ritmo nos jogadores. Cuca definiu bem: vitória de um “humilde” galo. Consciente do poderio adversário, o Atlético segurou-se na defesa e utilizou com eficiência os contra-ataques.

Muito só. No Botafogo, ficou claro mais uma vez de que Loco Abreu precisa de um companheiro. Herrera que sempre alterna boas e más jornadas vem numa constante má fase. Com isso, o bom Abreu tem ficado à espera de uma boa jogada do pouco produtivo Maicosuel. Outro grande desfalque do Glorioso está sendo o Elkeson. Depois que foi convocado prá seleção brasileira, desprendeu jogar bola. Não existe mais nem sombra daquele ousado meia que brilhou no Vitória e fez grandes jogos pelo alvinegro carioca. Por problemas como esses é que por duas rodadas, o time teve tudo para assumir a liderança do brasileirão e perdeu em ambos os jogos (Santos e Avaí).

Timão. Na rodada de hoje o Corinthians vai a Porto alegre defender a liderança frente ao Internacional. Ambos precisam da vitória. O Timão se manter na frente da tabela com o Vasco fungando no cangote. O Inter brigando por uma vaga na Libertadores.

Mengo. Com a triste lembrança da goleada da última quarta, o Flamengo recebe o Santos que sem Muricy no banco, vem embalado pela vitória sobre o Botafogo na mesma fatídica quarta rubro negra. No Flamengo não jogam Ronaldinho Gaúcho e Tiago Neves, suspensos. Bottinelli teve um osso do pé esquerdo fraturado, foi operado e só retorna em 2012. No Santos, não joga Borges que está lesionado e suspenso. Enquanto Vanderley Luxemburgo queima as pestanas para colocar um time em campo, Muricy que está de repouso devido a dores de uma hérnia de disco, já definiu que Rentería vai por jogo na vaga de Borges.

Vasco. Jogo com ares decisivos será realizado em Salvador entre Bahia e Vasco. De olho na liderança e no título, o Vasco enfrenta um Bahia que começa a ver a série B cada vez mais perto no seu retrovisor. Sem Renato Silva suspenso e Juninho lesionado o Vasco terá em Felipe seu grande articulador, e vai outra vez contar com a boa fase de Elton. No Bahia por força de contrato, Magno e Carlos Alberto não enfrentam o Trem Bala da Colina. No último confronto em São Januário os dois ficaram num 1 a 1 com gosto de vitória para o Vasco, que empatou no último lance do jogo. Vários torcedores vascaínos sergipanos empreenderam viajem a Salvador para assistirem ao grande jogo.

Gipão. Se no sábado anterior o Sergipe saiu na frente e levou uma virada do Dragão do Bairro Industrial, nesse foi o inverso. No Batistão, na segunda partida das duas programadas para Sergipe e Confiança sub 18, o Confiança saiu na frente e levou uma virada do Magnífico. Agora os treinadores vão trabalhar suas equipes para a Copa São Paulo que será realizada em Janeiro.

Fenômeno, outra vez

Minado. É interessante como se rasgam manuais. Os manuais do jornalismo vêm sendo rasgados há muito tempo. Engraçado é que depois da briga de que jornalista tem que ter diploma, tomou fôlego a raiva pelos manuais do bom jornalismo, e ai é que se rasga cada vez mais. Depois joga na lata do lixo, como se faz tanto neste Brasil varonil.

Todos os fatos sobre o suposto desvio de verbas no Ministério dos esportes devem ser averiguados. Onde corre dinheiro público, tem que se cobrar lisura no trato. Mas é preciso deixar que quem de direito faça a sua parte para, depois de tudo esclarecido, seja colocado para a opinião pública e ai sim, sejam emitidos comentários em cima dos fatos elucidados.
O que está se fazendo com o ministro Orlando Silva é indevido. Quem o acusa de desviar recursos e receber propinas, é um senhor com suja folha corrida, que vem sendo cobrado por prestações de contas dos valores recebidos por ONGs sob sua responsabilidade e que não têm demonstrado onde gastou todo o recurso recebido. Isso é fato. É comprovado.
Esse senhor vem à público, faz uma denuncia sem apresentar uma única prova, e passa-se a tratar o Ministro como um grande recebedor de propinas e apoiador do desvio do dinheiro público que passa pelo seu ministério.

Que não se defenda o ministro sem a certeza do que realmente ocorreu, é correto. Mas julgá-lo antes de se comprovar o provável ato ilícito, não é correto.

O fato jornalístico ocorreu e foi noticiado. Que se noticie todo o desdobramento do fato. Mas julgar culpado ou inocente em absoluto, não é jornalismo sério. E nesse terreno, nem jornalismo é.

Fenômeno. Mais uma vez o nome de Ronaldo Nazário está vinculado a um grande acontecimento no esporte brasileiro. Depois de fazer história no Corinthians, o Gordo, que já havia emplacado uma grande empresa de gerenciamento de carreira de atletas e de marketing esportivo (cuida da carreira de vários jovens talentos e ajudou o Flamengo no contrato com a Gillette), usou seu prestígio para ajudar a São Paulo a receber o primeiro jogo da Copa de 2014. Incentivador maior da construção do estádio corintiano (Itaquerão), juntou forças e conseguiu que a Fifa indicasse a capital paulista para a abertura do torneio.

O Rio vai fechar o evento. A Final será carioca. Será uma grande festa. Porém, é a Abertura de uma Copa que realmente marca. E é São Paulo quem terá a honra e a oportunidade de mostrar para o mundo, todo o poder de uma grande metrópole e de um grande e poderoso Estado.

Se depender dele, de Ronaldo, o mundo vai ter uma festa de abertura de um mundial de seleções inesquecível. Uma festa digna de um grande e magnífico brasileiro, cujo apelido carrega todo o peso dos seus feitos.






Artigo publicado no site Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

URL:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/sections/index.php?op=viewarticle&artid=66