7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

POMBO SEM ASA - WASHINGTON NASCIMENTO

TEMPOS DISTINOS, MORREM ABRAÇADOS

No clássico da volta da Taça Cidade de Aracaju, o Sergipe enfrentou ao Confiança. No primeiro jogo, com mando de campo do Confiança, empataram em 2 a 2. Dessa vez, num jogo de tempos distintos, o placar chegou ao elástico 4 a 4. O Dragão virou prá cima do Magnífico, e depois tomou uma virada. Na estranha estréia de Chicão (ele não pode trabalhar à beira do gramado, ficou na tribuna social, perto da torcida rubra), Rocha viu seu time dá um show até os 40 do primeiro tempo, e voltar para o segundo tempo tão desarrumado que tomou 3 gols e apenas 14 minutos.

Para você entender o que aconteceu. O Sergipe abriu o placar aos 5 minutos do primeiro tempo. Não houve tempo de se fazer uma análise do que tinha acontecido até ali. Uma falha da defesa do Dragão, e o Magnífico estava na frente do marcador. A partir daí, o Confiança tomou conta do jogo. Da Silva e o estreante Flamel, deitavam e rolavam em campo. Aos 11, Da Silva empatou o jogo. Aos 34, foi a vez de Flamel virar a partida em favor do Confiança. Aos 37, o ala Toni fez o terceiro gol proletário, ainda no primeiro tempo. Intervalo de jogo. O torcedor rubro pasmo, o proletário, delirando.

Retornam os times dos vestiários, para o segundo tempo. Aos 9, William Goiano aproveita uma bola que cruzou toda a pequena área e de cabeça, faz o segundo gol do Sergipe. Sob o olhar complacente da defesa e angustiado da torcida proletária, Rafael Grampola marcou aos 11 e aos 14, empatando e virando o jogo. 14 minutos de segundo tempo. Nem o mais louco torcedor acreditava no que estava assistindo. O do Sergipe, por não entender como um time totalmente dominado no primeiro tempo, encontrou força para tamanha reação. O do Confiança, estupefato, sem acreditar no que estava vendo. Como seu time se deixava vencer tão estupidamente, em apenas 14 minutos de jogo?

Os técnicos começaram a mexer nos plantéis. O do Dragão por necessidade de tentar alguma reação. Tirou Eduardo Silva, Ciro e Cleber, fazendo entrar Jadilson, Saci e Thalysson. O do Magnífico por não ter opção. Tirou Osvaldo ainda no meio do primeiro tempo, por deficiência técnica. E depois teve que colocar Carlos no gol do lesionado Nilson, e Toti no lugar de Rafael Grampola, para recompor a defesa, devido a expulsão de William Goiano. Aos 36 do segundo tempo, o endiabrado Da Silva fez o seu segundo na partida, e voltou a empatar o prélio.

Destaques no jogo para os capetinhas Da Silva e Flamel, no primeiro tempo, pelo Confiança. E para Bruno e Rafael Grampola, pelo Sergipe. O Grampola pelos gols que ajudaram a virar um jogo quase perdido. E o Bruno, pela excelente marcação em cima do Da Silva, quando não perdeu uma só investida, ganhando todas para o excelente atacante proletário. Se não é o Bruno, o Da Silva tinha aprontado muito mais.

Com o resultado, os dois times perderam a chance de participar do cruzamento olímpico dessa primeira fase. E com isso teremos um cruzamento “Caminho de Roça”. Na primeira rodada o Guarany recebe o River Plate no Caio Feitosa. E o Socorrense recebe o São Domingos no Wellington Elias. Na segunda rodada os mandos de campo se invertem, e será a vez de River Plate e São Domingos jogarem em casa para decidirem quais os que em duas partidas, farão a finalíssima da Taça Cidade de Aracaju.
A renda de Sergipe 4 x 4 Confiança foi de R$ 32.400,00, para 1.767 pagantes e 399 não pagantes.

O quarteto de arbitragem foi formado por Rogério Lima da Rocha, Cleriston Clay Barreto Rios, Edmo Oliveira Santos e Wendel Oliveira.
Gols: Paulinho-5/1t, William-9/2t e Rafael- 11 e 14/2t para o Sergipe. Da Silva-11/1t e 36/2t, Flamel-34/1t e Tony-37/1t para o Confiança.
Cartões: Amarelos – Nilson, Carlos, William Goiano, Michel e Tóti pelo Sergipe. Eduardo Silva, Cláudio Baiano, Roberto, Ciro e Da Silva, pelo Confiança. Vermelho- William Goaino-Sergipe.

[B]Times:[/b]
Sergipe – Nilson(Carlos); Bruno Matos, Bruno, William Goiano e Fábio; Denisson, Michel, Thiago e Paulinho; Rafael Grampola(Toti) e Osvaldo(Renan). Técnico Chicão.
Confiança- Hudson; Tony, Eduardo Silva(Jadilson), Cláudio Baiano, Gláuber e Cleber(Saci); Alex Franco, Roberto, Ciro(Thalysson) e Flamel; Da Silva. Técnico Nadélio Rocha.

Outros resultados:

River Plate 1 x 1 Itabaiana
Olímpico 0 x 0 América
Estanciano 0 x 2 Guarany
Socorrense 1 x 0 São Domingos

Retornar ao Índice Retornar ao Índice
[ Retornar à Colunistas | Retornar ao Índice | Versão para impressão]

ENQUETE

Nessas próximas eleições estaduais, dos candidatos por Estância, quem será mais votado em Estância?
Adriana Leite 45 % 45%
Carlos Magno 9 % 9%
Diogo 0%
Jonas do Caldo de Cana 0%
Márcio Souza 27 % 27%
Pastor Moacir 0%
Paulo André 0%
Titó 9 % 9%
Valdevan 90 0%
Zeca das Redes 9 % 9%

USUÁRIOS ONLINE

32 visitantes online (1 na seção: Seções)

Usuários: 0
Visitantes: 32

mais...