7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Manchete : PMDB AFASTA DEPUTADOS FAVORÁVEIS À DENÚNCIA CONTRA TEMER
enviou em 11/08/2017 09:30:00 ( 217 leituras )
Manchete

O PMDB informou nesta quinta-feira as punições aos seis deputados federais do partido que votaram a favor da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara dos Deputados, na semana passada.

Segundo nota divulgada pela legenda presidida pelo senador Romero Jucá (RR), a Executiva peemedebista decidiu suspender por 60 dias as funções partidárias dos deputados Vitor Valim (CE), Jarbas Vasconcelos (PE), Celso Pansera (RJ), Laura Carneiro (RJ), Sérgio Zveiter (RJ) e Veneziano Vital do Rêgo (PB).

“Esta decisão foi tomada por descumprimento dos parlamentares ao fechamento de questão sobre o assunto em reunião realizada no dia 12 de julho, em Brasília. O ato de suspensão já foi comunicado a todos os filiados e ao Conselho de Ética do partido”, afirma.

Quando “fecham questão” em votações no Congresso, como fez o PMDB contra a denúncia, os partidos pretendem que toda a bancada siga a orientação de voto e sinalizam que retaliarão parlamentares que a desrespeitarem.

Zveiter, um dos deputados punidos, foi o relator da acusação contra Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Ele apresentou relatório favorável ao prosseguimento da denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) e foi derrotado no colegiado, que aprovou parecer contrário à aceitação da acusação pela Câmara, apresentado pelo deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG).

No plenário da Casa, a denúncia por corrupção apresentada pela Procuradoria-Geral da República com base nas delações premiadas da JBS foi derrubada por 263 votos a 227. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve apresentar mais uma acusação contra o peemedebista, desta vez por obstrução à Justiça, que passará pelo mesmo trâmite na Câmara dos Deputados, passando primeiro pela CCJ e depois pelo plenário.

Por meio de nota, Sérgio Zveiter classifica a decisão do PMDB como “ridícula e covarde”. “Ridícula pois um partido que usa o expediente inescrupuloso de distribuição de emendas parlamentares, cargos e de ameaças de punição ao direito democrático do parlamentar votar não tem autoridade moral de punir quem quer que seja. Covarde pois ameaçou expulsar e agora vem com essa suspensão. Como não tenho cargos no governo, não sou de frequentar o Palácio de pires na mão e não tenho cargo na liderança no PMDB da Câmara, tal suspensão em nada me afetará”, ataca o deputado.


VEJA.com

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
18/07/2018 11:20:00 - Parque Zezé Rocha Vaquejada 2018
18/07/2018 11:10:00 - Dor nas costas: saiba como evitar e tratar
18/07/2018 11:00:00 - Curta-SE 18 Afrodite começa na próxima segunda, 23
18/07/2018 11:00:00 - EUA: sozinho em abrigo, brasileiro de 8 anos está sem falar português
18/07/2018 11:00:00 - PC DE ESTÂNCIA PRENDE AUTOR DE HOMICÍDIO QUALIFICADO E APREENDE ARMA DE FOGO COM NUMERAÇÃO RASPADA
18/07/2018 11:00:00 - PF inicia operação contra roubo de cargas em seis Estados
18/07/2018 11:00:00 - SEQUÊNCIA DE POLÊMICAS: GRACYANNE BARBOSA DEIXA SEIOS À MOSTRA EM FOTO NO INSTAGRAM
18/07/2018 11:00:00 - Operação cumpre seis mandados de prisão em Canindé e Porto da Folha
18/07/2018 10:50:00 - PT acredita que candidatura de Lula será aprovada pelo TSE, diz Haddad
18/07/2018 10:40:00 - Mendonça Prado vê maldição dos primeirões em pesquisas: chegam como derradeiros



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

O QUE VOCÊ ACHA DO PREFEITO DE ESTÂNCIA ALUGAR IMÓVEL A PARTICULARES E DEIXAR OS PRÉDIOS PÚBLICOS ABANDONADOS
BOM
PÉSSIMO
RUIM

USUÁRIOS ONLINE

31 visitantes online (29 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 31

mais...