7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Municípios : JB discute reúso da água durante simpósio em Itabaiana
enviou em 20/10/2017 11:20:00 ( 108 leituras )
Municípios

O Simpósio de Recursos Hídricos aconteceu em Itabaiana

Com o objetivo de fomentar e disseminar a importância do reúso da água doce como forma alternativa de segurança hídrica à população, o governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estados dos Recursos Hídricos (Semarh), realiza durante esta quinta-feira, 18, no município de Itabaiana, distante 58 km de Aracaju, o “Simpósio de Recursos Hídricos”, evento que reúne especialistas de diversas instituições locais, da Agência Nacional de Água (ANA) e do Banco Mundial.


Durante o período da manhã, o seminário aconteceu no auditório da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Lá, diante de um numeroso público, formado por técnicos, professores e estudantes, foi possível plantar a semente da preservação ambiental e, acima de tudo, a de um novo jeito de pensar recursos hídricos, partindo do princípio do reúso da água, o tema principal do simpósio.

“A água interessa a todos. É vital para a vida. Fazer um Simpósio desse nível em Itabaiana, com a qualidade do debate que estamos promovendo, envolvendo técnicos da Semarh, da UFS, ANA e Banco Mundial, é muito importante, porque ajudamos a difundir essa discussão e amadurecer o tema na sociedade, que é um tema sério. Temos evidências de que a água do planeta é finita e o ser humano não está cuidando dela. Para que ela se renove, nós temos que fazer políticas públicas, em parceria com a sociedade, para garantir a segurança hídrica para as pessoas”, destacou o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Olivier Chagas.

O gestor da Semarh lembrou ainda da recente inauguração da primeira etapa da estação de tratamento de esgoto de Itabaiana, obra do Governo, por meio da Semarh, a qual recebeu investimento de R$23,5 milhões, fruto do programa Águas de Sergipe, e convênio com o Banco Mundial. “Essa estação também visa fazer o reúso da água, porque o esgoto será tratado e não vai ser descartado indevidamente no meio ambiente, evitando que contamine o açude da Marcela, o rio Jacarecica e a bacia do rio Sergipe como um todo. Com esse investimento, também se pensa na questão hídrica”, ponderou.

O superintende de Recursos Hídricos da Semarh, professor Aílton Rocha, disse que, com as mudanças climáticas, em decorrência do aquecimento global, a população tem vivenciado um longo período de estiagem, comprometendo o estoque de água doce não só em Sergipe, ou Nordeste, mas e todo o mundo.

“Reutilizar a água doce é uma forma de racionalizar o seu uso. Como o Governo, através da Semarh, com recursos do Águas de Sergipe, está fazendo um investimento significativo no município de Itabaiana, na coleta e tratamento de esgoto. O propósito do Seminário é despertar o interesse, envolvendo Governo, ANA e o Banco Mundial, para que, no futuro, a gente possa implantar um projeto piloto para reutilizar essa água tratada. Itabaiana é um celeiro de produção de alimentos e queremos trazer as experiências exitosas de reutilização da água tanto para as indústrias quanto para a agricultura. Em Israel, já se utiliza a água para consumo humano, por exemplo”, destacou o superintendente.

A Procuradora da República, Lívia Tinôco, fez questão de estar presente ao evento. Entusiasta da preservação hídrica, ela frisou que o assunto precisa ser demasiadamente discutido para ficar guardado na mente das pessoas. “A questão da restrição hídrica no Brasil é grave e aqui em Sergipe estamos vivendo um período muito crítico, tendo em vista os problemas que assolam o rio São Francisco e seus afluentes, o local onde a gente retira água para abastecer a população. Discutir o reúso da água é fundamental, principalmente quando é introduzida ao público jovem, que precisa começar a pensar o assunto e levar para a sua vida com o propósito de amadurecer e executar a ideia”.

O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Luciano Bispo, também prestigiou o evento. “A questão da água é tema de todo o país e a Semarh está fazendo um trabalho excelente. Esse Simpósio é importante, porque dialoga com a população, com a juventude, reforçando que temos de fazer economia e fazer bom uso da água. Havendo essa conscientização, teremos dias melhores”, opinou.

Palestrantes

O seminário começou com a palestra do médico e professor da UFS, Rogério Carvalho. Ele discorreu sobre a Qualidade da Água e a Saúde Pública. “No mundo inteiro, quando se quer resolver determinadas epidemias e proteger a vida, se começa pela saúde. A saúde pública se caracteriza pela promoção, proteção, prevenção, cura e reabilitação. A promoção, a proteção e a prevenção, esses três itens são fundamentais para a qualidade da água e garantir a saúde das pessoas. A importância desse evento é porque chama a atenção das pessoas para um tema da saúde pública e da importância que água tem nas nossas vidas. Ela está em tudo: no processo industrial, na própria manutenção da vida, a água é o recurso mais nobre e relevante para a vida no planeta”, frisou ele.

Após a participação de Rogério, entrou em cena Thadeu Abicalil, especialista Sênior em Água e Saneamento do Banco Mundial. Ele ministrou palestra sobre a “Importância das Ações do Projeto Águas de Sergipe para o município de Itabaiana e o impacto desses investimentos para a região.

“Esse é um momento de inflexão no tema da água no Brasil e no mundo. Nós temos um problema grande no acesso. Temos bilhões de pessoas no mundo sem acesso à água. e no Brasil são 16 milhões de famílias sem água. Ao mesmo tempo em que a gente não conseguiu resolver a questão do acesso, nós temos outros temas mais preocupantes ainda: o tema da mudança climática, da escassez hídrica, a variabilidade hidrológica, os eventos extremos, tudo isso dificulta a situação. Sergipe está num caminho de melhoria de gestão e de infraestrutura, que são fundamentais para se fazer frente aos desafios do acesso e da eficiência”, revelou Thadeu Abicalil que, na ocasião, foi surpreendido por Ailtonn Rocha, o qual sugeriu a deputada Ana Lúcia que a Assembleia Legislativa conceda o título de Cidadão Sergipano ao representante do Banco. "Fico lisonjeado".


Fonte e foto: ascom Semarh

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
23/02/2018 16:50:00 - PELOS PRIMÓRDIOS DO CARNAVAL ESTANCIANO
23/02/2018 14:30:00 - Rússia pede garantias para apoiar trégua humanitária em Ghouta Oriental
23/02/2018 14:30:00 - Forças Armadas fazem operação conjunta com polícias na zona oeste do Rio
23/02/2018 14:20:00 - Detento é assassinado dentro do Copencam
23/02/2018 14:20:00 - Jau vai comandar a Feijoada Seo Inácio em Aracaju
23/02/2018 14:20:00 - Infestação do Aedes tem menor índice dos últimos 11 anos
23/02/2018 14:20:00 - Aracaju implantará o Sistema Municipal de Cultura
23/02/2018 10:30:00 - 'PODERÃO PRENDER MINHA CARNE CARCOMIDA, MAS NÃO MINHAS IDEIAS', DIZ LULA
23/02/2018 10:20:00 - TRABALHADORES PODEM TRANSFERIR SALÁRIO PARA CONTAS DIGITAIS
23/02/2018 10:20:00 - USO DE TORNOZELEIRA EM PRESOS CRESCE EM SERGIPE



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Qual a sua avaliação sobre o primeiro ano da gestão do prefeito Gilson Andrade de Estância
Boa 0%
Nenhuma das Alternativas 0%
Ótima 0%
Péssima 50 % 50%
Regular 50 % 50%
Ruim 0%

USUÁRIOS ONLINE

16 visitantes online (16 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 16

mais...