7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Municípios : JB discute reúso da água durante simpósio em Itabaiana
enviou em 20/10/2017 11:20:00 ( 33 leituras )
Municípios

O Simpósio de Recursos Hídricos aconteceu em Itabaiana

Com o objetivo de fomentar e disseminar a importância do reúso da água doce como forma alternativa de segurança hídrica à população, o governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estados dos Recursos Hídricos (Semarh), realiza durante esta quinta-feira, 18, no município de Itabaiana, distante 58 km de Aracaju, o “Simpósio de Recursos Hídricos”, evento que reúne especialistas de diversas instituições locais, da Agência Nacional de Água (ANA) e do Banco Mundial.


Durante o período da manhã, o seminário aconteceu no auditório da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Lá, diante de um numeroso público, formado por técnicos, professores e estudantes, foi possível plantar a semente da preservação ambiental e, acima de tudo, a de um novo jeito de pensar recursos hídricos, partindo do princípio do reúso da água, o tema principal do simpósio.

“A água interessa a todos. É vital para a vida. Fazer um Simpósio desse nível em Itabaiana, com a qualidade do debate que estamos promovendo, envolvendo técnicos da Semarh, da UFS, ANA e Banco Mundial, é muito importante, porque ajudamos a difundir essa discussão e amadurecer o tema na sociedade, que é um tema sério. Temos evidências de que a água do planeta é finita e o ser humano não está cuidando dela. Para que ela se renove, nós temos que fazer políticas públicas, em parceria com a sociedade, para garantir a segurança hídrica para as pessoas”, destacou o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Olivier Chagas.

O gestor da Semarh lembrou ainda da recente inauguração da primeira etapa da estação de tratamento de esgoto de Itabaiana, obra do Governo, por meio da Semarh, a qual recebeu investimento de R$23,5 milhões, fruto do programa Águas de Sergipe, e convênio com o Banco Mundial. “Essa estação também visa fazer o reúso da água, porque o esgoto será tratado e não vai ser descartado indevidamente no meio ambiente, evitando que contamine o açude da Marcela, o rio Jacarecica e a bacia do rio Sergipe como um todo. Com esse investimento, também se pensa na questão hídrica”, ponderou.

O superintende de Recursos Hídricos da Semarh, professor Aílton Rocha, disse que, com as mudanças climáticas, em decorrência do aquecimento global, a população tem vivenciado um longo período de estiagem, comprometendo o estoque de água doce não só em Sergipe, ou Nordeste, mas e todo o mundo.

“Reutilizar a água doce é uma forma de racionalizar o seu uso. Como o Governo, através da Semarh, com recursos do Águas de Sergipe, está fazendo um investimento significativo no município de Itabaiana, na coleta e tratamento de esgoto. O propósito do Seminário é despertar o interesse, envolvendo Governo, ANA e o Banco Mundial, para que, no futuro, a gente possa implantar um projeto piloto para reutilizar essa água tratada. Itabaiana é um celeiro de produção de alimentos e queremos trazer as experiências exitosas de reutilização da água tanto para as indústrias quanto para a agricultura. Em Israel, já se utiliza a água para consumo humano, por exemplo”, destacou o superintendente.

A Procuradora da República, Lívia Tinôco, fez questão de estar presente ao evento. Entusiasta da preservação hídrica, ela frisou que o assunto precisa ser demasiadamente discutido para ficar guardado na mente das pessoas. “A questão da restrição hídrica no Brasil é grave e aqui em Sergipe estamos vivendo um período muito crítico, tendo em vista os problemas que assolam o rio São Francisco e seus afluentes, o local onde a gente retira água para abastecer a população. Discutir o reúso da água é fundamental, principalmente quando é introduzida ao público jovem, que precisa começar a pensar o assunto e levar para a sua vida com o propósito de amadurecer e executar a ideia”.

O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Luciano Bispo, também prestigiou o evento. “A questão da água é tema de todo o país e a Semarh está fazendo um trabalho excelente. Esse Simpósio é importante, porque dialoga com a população, com a juventude, reforçando que temos de fazer economia e fazer bom uso da água. Havendo essa conscientização, teremos dias melhores”, opinou.

Palestrantes

O seminário começou com a palestra do médico e professor da UFS, Rogério Carvalho. Ele discorreu sobre a Qualidade da Água e a Saúde Pública. “No mundo inteiro, quando se quer resolver determinadas epidemias e proteger a vida, se começa pela saúde. A saúde pública se caracteriza pela promoção, proteção, prevenção, cura e reabilitação. A promoção, a proteção e a prevenção, esses três itens são fundamentais para a qualidade da água e garantir a saúde das pessoas. A importância desse evento é porque chama a atenção das pessoas para um tema da saúde pública e da importância que água tem nas nossas vidas. Ela está em tudo: no processo industrial, na própria manutenção da vida, a água é o recurso mais nobre e relevante para a vida no planeta”, frisou ele.

Após a participação de Rogério, entrou em cena Thadeu Abicalil, especialista Sênior em Água e Saneamento do Banco Mundial. Ele ministrou palestra sobre a “Importância das Ações do Projeto Águas de Sergipe para o município de Itabaiana e o impacto desses investimentos para a região.

“Esse é um momento de inflexão no tema da água no Brasil e no mundo. Nós temos um problema grande no acesso. Temos bilhões de pessoas no mundo sem acesso à água. e no Brasil são 16 milhões de famílias sem água. Ao mesmo tempo em que a gente não conseguiu resolver a questão do acesso, nós temos outros temas mais preocupantes ainda: o tema da mudança climática, da escassez hídrica, a variabilidade hidrológica, os eventos extremos, tudo isso dificulta a situação. Sergipe está num caminho de melhoria de gestão e de infraestrutura, que são fundamentais para se fazer frente aos desafios do acesso e da eficiência”, revelou Thadeu Abicalil que, na ocasião, foi surpreendido por Ailtonn Rocha, o qual sugeriu a deputada Ana Lúcia que a Assembleia Legislativa conceda o título de Cidadão Sergipano ao representante do Banco. "Fico lisonjeado".


Fonte e foto: ascom Semarh

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
22/11/2017 11:00:00 - Black Friday:promoções já podem ser encontradas em lojas
22/11/2017 11:00:00 - Com afago a Buffon, Barcelona visita a Juventus para confirmar classificação
22/11/2017 10:50:00 - Caminhão de milho tomba na BR-101
22/11/2017 10:50:00 - Denarc cumpre mandado de apreensão em antigo frigorífico
22/11/2017 10:50:00 - Atenção Belivaldo: "Se fosse apoiado por mim não estaria com 3%", dispara Valadares
22/11/2017 10:50:00 - EUA aprovam nova droga anti-HIV: a primeira a juntar dois compostos da nova geração
22/11/2017 10:40:00 - Mancha no oceano é esperança em busca por submarino argentino
22/11/2017 10:40:00 - Desembargador Vladimir Carvalho lança livro dia 24
22/11/2017 10:40:00 - Jonas Esticado vai se apresentar em festa de Pirambu
22/11/2017 10:30:00 - FALHAS EM HOSPITAIS SÃO A SEGUNDA CAUSA DE MORTE NO PAÍS



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

De 1 à 5, que nota você daria à capinação das ruas de Estância.
Nenhuma 7 % 7%
Nota 1 28 % 28%
Nota 5 64 % 64%

USUÁRIOS ONLINE

30 visitantes online (28 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 30

mais...