7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Internacionais : Barril de petróleo fica abaixo de US$ 65 por aumento na produção nos EUA
enviou em 09/02/2018 09:40:00 ( 238 leituras )
Internacionais

Da Agência EFE
O preço do barril de petróleo Brent para entrega em abril está sendo cotado abaixo de US$ 65 durante o pregão desta quinta-feira (8) no mercado de futuros de Londres, o nível mais baixo em seis semanas, devido ao grande aumento de produção nos Estados Unidos, segundo os analistas. A informação é da Agência EFE.


A cotação do petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, está abaixo dos US$ 64,70 por barril, um valor 1,29% inferior ao do fechamento de ontem (US$ 65,55) e 9,23% abaixo da cotação máxima registrada após 2014, US$ 71,28 no dia 25 de janeiro deste ano.

O Departamento de Energia dos EUA informou que as reservas do país aumentaram na semana passada em 1,9 milhão de barris, enquanto a produção do hidrocarboneto cresceu em cerca de 10,25 milhões de barris por dia.

"Os investidores estão preocupados com o excesso de oferta", comentou o analista da empresa CMC Markets, David Madden, pois as informações divulgadas ontem "revelam que os estoques nos EUA aumentaram e a produção atingiu um recorde histórico". Ele disse que a informação sobre um aumento das importações por parte da China, divulgada hoje, "não foi suficiente para equilibrar os temores".

Aumento paulatino

A produção nos Estados Unidos, especialmente a oriunda da exploração de hidrocarbonetos não convencionais, ganhou força nos últimos meses, como resultado de um aumento paulatino do preço do petróleo, o que tornou essas jazidas rentáveis novamente.

No início de 2015, o barril do Brent chegou a ser cotado abaixo de US$ 30, devido a um excesso de produção no mercado, o que fez com que a exploração fosse suspensa em algumas jazidas onde é muito caro extrair petróleo.

Desde que chegou a um acordo para limitar sua produção, no fim de 2016, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) vinha contribuindo para aumentar os preços.

Nas últimas semanas, os preços foram influenciados pela expectativa entre os investidores de que o cartel liderado pela Arábia Saudita, junto com outros grandes produtores, avalia a possibilidade de estender esse congelamento da produção para além deste ano.


Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
18/01/2019 11:50:00 - SHOWS COM BANDAS ANIMARÃO A FESTA DE SÃO SEBASTIÃO DO POVOADO BOTEQUIM EM SANTA LUZIA DO ITANHI
18/01/2019 11:50:00 - A TRAGÉDIA DO “RISADA DE TIGRE”: UM POETA ESTANCIANO EM TERRA FLUMINENSE
18/01/2019 09:50:00 - Fest Verão Sergipe começa nesta sexta-feira
18/01/2019 09:40:00 - Operação conjunta captura envolvidos em roubo e latrocínio em SE e BA
18/01/2019 09:40:00 - Batida entre ônibus da Coopertalse e caçamba deixa feridos na BR-101
18/01/2019 09:40:00 - EDITORIAL: Sergipe em crise
18/01/2019 09:40:00 - Motorista de carro-bomba invadiu escola de polícia em Bogotá
18/01/2019 09:30:00 - São Cristóvão Inicia Cadastramento De Terreiros, Quilombos E Aldeias Indígenas
18/01/2019 09:30:00 - Brasil “Tudo Fará” Para Ajudar A Venezuela, Diz Itamaraty
18/01/2019 09:30:00 - Governo pretende fechar seis escolas em Sergipe



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Na sua opinião, quem será o próximo prefeito de Estância em 2020?
Adriana Leite (PRB) 11 % 11%
Dominguinhos (PT) 2 % 2%
Márcio Souza (PSOL) 86 % 86%
Você acredita que a prefeitura de Estância vai restaurar a Casa da Cultura?
Sim 4 % 4%
Não 95 % 95%
Nenhuma das Alternativas 0%

USUÁRIOS ONLINE

34 visitantes online (32 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 34

mais...