7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Nacionais : MAIA DESCARTA CRIAÇÃO DE NOVOS IMPOSTOS PARA CUSTEAR SEGURANÇA
enviou em 22/02/2018 09:30:00 ( 123 leituras )
Nacionais

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), descartou ontem (21) a criação de novos impostos no país. Segundo ele, o presidente da República teria consultado sobre a possibilidade da criação de um imposto para custear gastos com segurança pública.



“Aqui na Câmara, não passa a criação de nenhum imposto”, afirmou. “Informalmente o presidente [Michel Temer] perguntou e eu disse a ele que o único caminho que ele teria era uma Emenda Constitucional, que o próprio decreto de intervenção inviabiliza. Acho que não é essa discussão. Ao invés de se tratar de um aumento de receitas, a gente pode tratar da diminuição de despesas. Podemos começar diminuindo o número de ministérios, pode ser um caminho”, completou.

A discussão sobre o aumento de receitas ocorre após a divulgação do pacote de 15 propostas econômicas consideradas prioritárias pelo governo.

A lista de projetos foi apresentada nesta segunda-feira (19) pelo Palácio do Planalto e reúne os dispositivos legais que devem ser tratados como prioritários no Congresso em alternativa à proposta de emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência. Com a intervenção federal no Rio de Janeiro, Câmara e Senado ficam impedidos de votar qualquer alteração à Constituição, como é o caso da reforma.

Apesar da declaração de Maia, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que desconhecia o assunto de criação de novos impostos. “Não tenho conhecimento de nada nesse sentido. Nunca ouvi falar disso”, disse Marun.

Nesta tarde, o ministro esteve na Câmara dos Deputados para apaziguar o clima entre os poderes Executivo e Legislativo após as reações negativas do presidente da Casa, deputado Rodrigo Maia, e do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), sobre o anúncio do governo das medidas prioritárias.

“Nós reconhecemos e sabemos muito bem que a pauta [do Legislativo] é uma decisão dos presidentes das Casas Legislativas. O governo envia uma sugestão de priorização de alguns temas, que já estão em discussão aqui no Parlamento ou aqui na sociedade. Temas esses que entendemos que, se aprovados, melhorariam o ambiente da economia brasileira”, argumentou.

Segundo o ministro, o tema poderia ter sido debatido com o Legislativo antes de ser divulgado. “Talvez, antes de anunciar nós devêssemos ter trazido aqui”, disse. “Mas isso já é coisa superada”, completou.


Agencia Brasil

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
19/10/2018 17:50:00 - POSIÇÃO DO PSOL SERGIPE SOBRE O SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES 2018
19/10/2018 17:40:00 - EDITAL DE PROCLAMAS Nº 1567
19/10/2018 15:00:00 - PREFEITURA DE SANTA LUZIA ATENDE PEDIDO DE COMUNIDADES RURAIS E LEVA ÁGUA PARA MORADORES
19/10/2018 14:50:00 - BRASIL TEM 477 GRÁVIDAS E LACTANTES NO SISTEMA CARCERÁRIO
19/10/2018 14:50:00 - O PASSEIO DA TIETA
19/10/2018 12:30:00 - Invasão Heatmus no RioMar
19/10/2018 12:00:00 - Justiça Eleitoral cassa mandato do deputado eleito Talysson de Valmir
19/10/2018 11:50:00 - 9 sinais biológicos de que você está envelhecendo
19/10/2018 11:40:00 - Borja e Deyverson treinam no Palmeiras e podem jogar domingo
19/10/2018 11:40:00 - Suspeito da execução de Khashoggi morre em acidente de carro



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Nessas próximas eleições estaduais, dos candidatos por Estância, quem será mais votado em Estância?
Adriana Leite 45 % 45%
Carlos Magno 9 % 9%
Diogo 0%
Jonas do Caldo de Cana 0%
Márcio Souza 27 % 27%
Pastor Moacir 0%
Paulo André 0%
Titó 9 % 9%
Valdevan 90 0%
Zeca das Redes 9 % 9%

USUÁRIOS ONLINE

42 visitantes online (37 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 42

mais...