7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Manchete : NEGROS TÊM RENDIMENTO 30% MENOR QUE BRANCOS EM SERGIPE
enviou em 07/05/2018 11:20:00 ( 280 leituras )
Manchete

A abolição da escravatura aconteceu em 1888, mas negros e brancos ainda vivem em um mundo completamente desigual. A afirmação pode soar como um mero clichê, daqueles rememorados das históricas lutas de inclusão e valorização racial tirados dos livros do antropólogo Roberto DaMata, mas a realidade é ainda mais ácida, principalmente quando o assunto é rendimento per capta.

Em Sergipe, por exemplo, o negro tem rendimento 30% menor que o branco, segundo estudo divulgado nesta sexta-feira (4), pelo Observatório de Sergipe, órgão vinculado à Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), com base nos dados sobre o rendimento da população brasileira em 2017, apurados por meio da PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE.

De acordo com a pesquisa, o sergipano branco recebeu, em média, R$ 2.024,00 em 2017, o correspondente a cerca de R$ 600,00 a mais que a média entre os negros (R$ 1.404,00). “Os pardos tiveram rendimento médio de R$ 1.428,00. A diferença remuneratória entre brancos e pretos é de pouco mais de 30% em Sergipe em 2017. Em comparação ao ano anterior, a discrepância caiu 10 pontos percentuais”, afirma a diretora da Superintendência de Estudos e Pesquisas da Seplag, Michele Dória.

O estudo mostra ainda que, em uma população de quase 2,3 milhões, 1,3 milhão de sergipanos possuem algum tipo de renda. “A maior parte (815 mil) recebe dinheiro pelo seu trabalho, mas há também 604 mil que têm outras fontes de renda, oriundas principalmente de aposentadorias, pensões”, explica Michele.

Os negros enfrentam dificuldade na progressão de carreira, na igualdade de salários e são os mais vulneráveis ao assédio moral no ambiente de trabalho, apesar da proteção constitucional contra o racismo e a discriminação, segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Por causa do preconceito, diz o MPT, os negros têm também dificuldade de ocupar cargos de maior exposição, como relações públicas, caixa bancário, secretários e recepcionistas.

Outras vertentes

A pesquisa também mostra que o estado de Sergipe teve, em 2017, rendimento médio mensal real (todas as fontes) de R$ 1.481,00, pouco menos que os R$ 1.575,00 do ano anterior. “A média sergipana é menor que a brasileira (R$ 2.112) e ligeiramente superior à apurada para a Região Nordeste (R$ 1.429)”, afirma Michele Dória.

Mulheres X Homens

Ainda conforme a pesquisa, os homens sergipanos recebem, em média, 11,5% a mais que as mulheres, diferença menor do que a verificada para o Brasil (22,5%) e para a Região Nordeste (15,5%). “Elas tiveram rendimento médio de R$ 1.445,00 em 2017, enquanto eles, R$ 1.632,00. Em Sergipe, no ano de 2016, a diferença remuneratória entre os sexos era 16,3% a favor dos homens, quase cinco pontos percentuais a menos do que o verificado em 2017, o que evidencia uma redução da desigualdade salarial de gênero no estado”, explica.

Universitários

Em Sergipe, quem não possui formação acadêmica recebe em média menos de um salário mínimo ao mês, cerca de R$ 581,00 em 2017 (a média do brasileiro foi de R$ 842,00). “Os sergipanos que concluíram o ensino fundamental receberam, em média R$ 1.134,00, enquanto os que possuem ensino médio completo auferiram R$ 1.526,00 ao mês. O grande salto no rendimento está entre os que concluíram o curso universitário, eles ganhavam, na média, quase R$ 4 mil ao mês em 2017”, frisa.


redação AJN1

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
14/10/2019 11:40:00 - FESTA DE NOSSA SENHORA APARECIDA NA RUA DA PALHA
14/10/2019 11:40:00 - FESTA DE NOSSA SENHORA APARECIDA DO BOM VIVER
14/10/2019 11:20:00 - Bombeiro salva colega e morre afogado em Amparo
14/10/2019 11:00:00 - TRATAMENTO PARA DOENÇAS RARAS PRECISA INVESTIMENTO EM PESQUISA
14/10/2019 11:00:00 - Laércio É Homenageado Na Comemoração Dos 30 Anos Do Seac
14/10/2019 10:50:00 - 6º BPM prende homem por porte ilegal de arma fogo e tentativa de homicídio em Estância
14/10/2019 10:50:00 - Briga Entre Cunhadas Durante Uma Seresta Termina Na Morte De Uma Delas No Interior
14/10/2019 10:50:00 - Sergipe Receberá, Ainda Em Outubro, Maior Exposição De Armas De Fogo Já Vista
14/10/2019 10:40:00 - Presos sergipanos não farão Enem
14/10/2019 10:30:00 - Fôlego para o Catolicismo e exemplo para o mundo



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Você acredita numa possível aliança de Márcio Souza com os grupos políticos de Ivan e Carlos Magno?
Não 16 % 16%
Nenhuma 0%
Sim 83 % 83%
Você acredita que o vereador André Graça será o vice de Gilson em 2020?
Sim 66 % 66%
Não 0%
Nenhuma 33 % 33%

USUÁRIOS ONLINE

24 visitantes online (22 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 24

mais...