7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Municípios : ACORDO: PREFEITURA DE CRISTINÁPOLIS VAI DESATIVAR MATADOURO
enviou em 10/08/2018 09:30:00 ( 20 leituras )
Municípios

Acordo: Prefeitura de Cristinápolis vai desativar matadouro municipal após intervenção do MPF e MP Estadual. Termo de ajustamento de conduta foi assinado hoje (09/08); prefeitura de Tomar do Geru também firmou acordo.A prefeitura de Cristinápolis assinou nesta quinta-feira (09/08) um termo de ajustamento de conduta (TAC) em que se compromete a desativar o matadouro do município interditado ontem (08/08) em operação coordenada pelo Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) e o Ministério Público do Estado de Sergipe (MPSE).



No documento, está prevista a demolição de estruturas de apoio, como currais e salgadeiras e a descontaminação do solo e recuperação ambiental da área degradada. Em seguida, o galpão principal será transformado em garagem para veículos oficiais do município.

Ontem, no mesmo dia da interdição, a prefeitura de Tomar do Geru já havia assinado o termo de ajustamento de conduta referente a seu matadouro. Os termos do do acordo preveem a demolição das estruturas de apoio ao abatedouro e manutenção do galpão principal para uso da cooperativas de Catadores de materiais recicláveis do município, após descontaminação da área.

Com as medidas, os dois municípios irão desativar permanentemente os matadouros municipais. Para a procuradora da República Lívia Tinôco, este é o principal objetivo das operações de fiscalização dos matadouros de Sergipe já que, na avaliação do Ministério Público, as prefeituras não devem se comprometer com a infraestrutura de uma atividade privada, como é o abate de animais.

O promotor de Justiça e diretor do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, Carlos Henrique Siqueira Ribeiro, destacou o benefício à população. “Ainda que as medidas exijam uma período de readequação para os comerciantes, a saúde da população e a proteção do meio ambiente serão diretamente beneficiadas com o fechamento dos abatedouros, que não tinham higiene nem nenhuma condição permanecer funcionando, pois descumpriam todas as regras sanitárias e toda a legislação ambiental”, enfatizou.

Prazos – Nos dois municípios, o prazo para demolição é de 30 dias após a autorização da Adema. E, em 90 dias após a demolição, deverá ser apresentado plano de recuperação ambiental da área degradada pela atividade de abate.

O acordo foi assinado por representantes do MPF, MPSE e pelo prefeito de Cristinápolis e Tomar do Geru.


Fonte e foto MPF/SE

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
17/08/2018 16:50:00 - SEGUNDO A POLÍCIA, MARLON DE CARVALHO ARAÚJO ESTAVA SOZINHO NO MOMENTO DO ASSASSINATO
17/08/2018 15:20:00 - Erasmo Carlos fará show hoje em Aracaju
17/08/2018 15:10:00 - Venezuelanos estocam comida e gasolina antes de medidas
17/08/2018 15:10:00 - Oito presidenciáveis participam de debate nesta sexta-feira
17/08/2018 15:10:00 - Uso da pílula anticoncepcional é questionado por mulheres que temem riscos e querem ter o direito de escolha
17/08/2018 15:00:00 - Juiz Determina A Suspensão Do TAF Para O Curso De Soldado Da Polícia Militar
17/08/2018 14:50:00 - PF/SE APREENDE FUZIL, DROGAS E MUNIÇÕES EM CRISTINÁPOLIS
17/08/2018 14:40:00 - Aos 92 anos, morre Zilah Abramo, uma das fundadoras do PT
17/08/2018 14:30:00 - Tite volta a defender Neymar de críticas: “É muito fácil trabalhar com ele”
17/08/2018 14:30:00 - Barroso intima defesa de Lula sobre decisão do TSE de mantê-lo relator de registro



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

O QUE VOCÊ ACHA DO PREFEITO DE ESTÂNCIA ALUGAR IMÓVEL A PARTICULARES E DEIXAR OS PRÉDIOS PÚBLICOS ABANDONADOS
BOM 0%
PÉSSIMO 57 % 57%
RUIM 42 % 42%

USUÁRIOS ONLINE

35 visitantes online (33 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 35

mais...