7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Artigos : EDITORIAL: Combate às fake news
enviou em 11/10/2018 09:20:00 ( 95 leituras )
Artigos

A segurança da urna eletrônica depois foi elogiada por observadores da Organização dos Estados Americanos (OEA).

A produção de notícias falsas sobre o sistema de urna eletrônica é crime de falsidade ideológica e deve ser punido. Quem pensa assim é o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. Ele pretende se encontrar com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, para tratar do problema de divulgação de notícias falsas durante o período eleitoral. É uma iniciativa louvável.


Está claro que a produção de notícia falsa tem por objetivo gerar dúvida sobre a urna eletrônica. Os boatos são gerados por políticos que perdem mandatos e alguns de seus aliados que desejam confundir os cidadãos. É preciso compreender que ter dúvida ou ter desconfiança com o sistema, evidentemente, é um direito de expressão de qualquer um, embora não seja muito bom; mas não é crime.

Segundo Jungmann, o crime é fazer fake news [notícia falsa, em inglês] para demonstrar falsamente fraudes no sistema, porque aí neste caso é crime de falsidade ideológica. Ter dúvidas faz parte do jogo democrático, agora produzir fake news para ilustrar, digamos assim, ou produzir fraudes contra o sistema, isto é crime, e tem que ser reprimido e punido.

No domingo passado, quando do primeiro turno das eleições, foram divulgados nas redes sociais vídeos e imagens de supostas fraudes em urnas eletrônicas. Todos esses foram desmentidos pelo TSE. A segurança da urna eletrônica depois foi elogiada por observadores da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Preocupado com as críticas que mais cheiram a “armações políticas”, Jungmann se reunirá na próxima semana com os representantes de todos os Estados que compõem o Centro Integrado de Comando e Controle da Polícia Federal para orientar as forças policiais sobre o assunto.

Nessa reunião, que terá a presença de representantes dos 26 Estados brasileiros, o ministro passará orientações de como enfrentar a questão das fake news e também pedirá uma audiência à ministra Rosa Weber para que esse esforço também se desenvolva no âmbito de toda a Justiça Eleitoral dos Estados.

O ministro explicou que a recepção das denúncias tem sido feita pelas polícias, mas que também devem ser encaminhadas para a Justiça Eleitoral, para que decida quais casos devem ser investigados. A punição é uma boa alternativa para conter esses abusos.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
18/06/2019 14:50:00 - Harmonização facial: aplicação errada pode dar problemas
18/06/2019 14:50:00 - Por que os EUA e a Coréia do Norte não estão indo para a guerra?
18/06/2019 14:40:00 - FÁBIO HENRIQUE DEFENDE CONSUMIDOR E DIZ NÃO A COBRANÇA DE BAGAGEM
18/06/2019 14:40:00 - PREVIDÊNCIA: PARECER DE COMEÇAR A SER DISCUTIDO NA CÂMARA
18/06/2019 14:40:00 - Orquestra Sanfônica está fora da programação do Forró Caju
18/06/2019 14:40:00 - Festival de Quadrilha mantém tradições na Rua de São João
18/06/2019 14:20:00 - Empreiteiro detona esquema do PT nos fundos de pensão
18/06/2019 11:30:00 - Sergipe terá o 2º maior parque de produção de energia solar do mundo
18/06/2019 11:30:00 - Polícia apreende cerca de 1.000 fogos de artifício irregulares em Pedrinhas
17/06/2019 12:10:00 - Irã diz que vai quebrar o limite de estoques de urânio acordado sob acordo nuclear em 10 dias



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Os prédios públicos da prefeitura de Estância devem ser reformados e utilizados pela gestão?
Não 0%
Nenhuma das Alternativas 0%
Sim 100 % 100%
Qual a sua opinião sobre a Casa da Cultura de Estância. A prefeitura deve restaurá-la e colocá-la para funcionar?
Sim 92 % 92%
Não 0%
Nenhuma das Alternativas 7 % 7%

USUÁRIOS ONLINE

38 visitantes online (35 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 38

mais...