7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Saúde : Huse Registra 1680 Atendimentos A Pacientes Com Câncer De Boca
enviou em 08/11/2018 12:40:00 ( 12 leituras )
Saúde

Gerenciado pela SES, o Hospital de Urgência de Sergipe já realizou 1680 atendimentos de pacientes com câncer de boca, número considerado significativo em comparação à média nacional prevista.Desde esta segunda- feira, 5, começou a Semana Nacional de Prevenção ao Câncer Bucal. Em Sergipe, somente de janeiro a setembro de 2018, o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), gerenciado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), já realizou 1680 atendimentos de pacientes com câncer de boca, número considerado significativo em comparação à média nacional prevista.

De acordo com estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), que considera o câncer de boca um problema de saúde pública, são esperados, em 2018, 14.700 novos casos e, destes, 11.200 em homens e 3.500 em mulheres.

Segundo a referência técnica da Odontologia da Oncologia do Huse, Dra. Elaci Maria Alcântara Machado, o serviço de Odontologia da Oncologia do HUSE, presente na equipe multiprofissional da Oncologia, é composto por cinco profissionais, cirurgiões-dentistas, capacitados para atender os pacientes oncológicos. “São responsáveis pelo diagnóstico dos cânceres de boca e preparo da boca de todos os pacientes oncológicos que serão submetidos à quimioterapia como também dos que serão submetidos à radioterapia de cabeça e pescoço e os que estão internados na oncologia” informa Dra. Elaci.

O serviço de Odontologia da Oncologia do Huse, de acordo com a cirurgiã-dentista, realiza, também, restaurações, exodontias, profilaxias, raspagem e procedimentos básicos em apoio aos oncologistas e, ainda, acompanhamento dos pacientes com mucosite oral proveniente da quimioterapia e radioterapia de cabeça e pescoço, inclusive com a aplicação de laser de baixa potência, terapia essa bastante utilizada em centros oncológicos de todo o país.

Diagnóstico

O câncer de boca afeta os lábios e o interior da cavidade oral. O interior da boca compreende gengivas, mucosa jugal (bochechas), palato duro (céu da boca), língua (principalmente as bordas) e assoalho (região embaixo da língua). O câncer de lábio é mais comum em pessoas brancas e ocorre mais frequentemente no lábio inferior. “Toda lesão na boca que não cicatriza por mais de 15 dias, apesar do tratamento efetuado, pode ser suspeita de câncer de boca. Os fatores de riscos para o câncer de boca, além do fumo e do álcool, são exposição ao sol, má condição de higiene oral, herança genética e, atualmente, o aumento da presença do vírus HPV na cavidade oral”, explica Dra. Elaci.

O diagnóstico é feito através da biópsia e posterior exame anátomo-fisiológico que, juntamente com o exame clínico, fatores de riscos e condição clínica do paciente, o tratamento será norteado. “O cirurgião-dentista é o profissional capacitado para realizar essa biópsia em se tratando de tumoração em cavidade bucal” diz a referência técnica que complementa “identificar o câncer de boca pode partir inicialmente do próprio paciente quando ele realiza o seu autoexame da cavidade oral, observando se tem feridas, sangramentos ou qualquer outra anormalidade. Porém a visita periódica ao cirurgião-dentista é primordial”.

Sintomas

Os principais sinais que devem ser observados são: lesões na cavidade oral ou nos lábios que não cicatrizam por mais de 15 dias, manchas e placas vermelhas ou esbranquiçadas na língua, gengivas, céu da boca, bochecha, nódulos (caroços) no pescoço e rouquidão persistente.

Tratamento

Quando diagnosticado no início e tratado da maneira adequada, 80% dos casos desse tipo de câncer tem cura. “Como qualquer câncer, o diagnóstico precoce vai influenciar por demais no tratamento e prognóstico do paciente. Uma vez confirmado o diagnóstico, o paciente poderá ser tratado com cirurgia, quimioterapia e/ou radioterapia”, ressalta Dra. Elaci.

Prevenção

Para prevenir o câncer de boca, hábitos saudáveis são fundamentais como, por exemplo, deixar de fumar, cuidar da saúde da boca, frequentar periodicamente o médico e o dentista.


Fonte e foto SES

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
16/11/2018 15:00:00 - SANTA LUZIA: OPOSIÇÃO REJEITA PROJETO DE NOME DE PARTEIRA E TENTA PREJUDICAR INDÚSTRIA DO POVOADO CRASTO
16/11/2018 11:00:00 - A vida oculta dos britânicos que integravam grupo neonazista proibido no Reino Unido
16/11/2018 11:00:00 - Confira a programação do Festival de Artes de São Cristóvão
16/11/2018 10:50:00 - Grupo de médicos cubanos luta na Justiça por trabalho no Brasil
16/11/2018 10:50:00 - Mulher é atropelada e morre na BR 101 em Maruim
16/11/2018 10:40:00 - Dupla é presa com drogas na cidade de Pedrinhas
16/11/2018 10:30:00 - OPINIÃO - RIACHÃO DO DANTAS, UM BERÇO DE CULTURA BEM ALÉM DE UM BODE
16/11/2018 10:20:00 - OS TRÊS EMBATES ENTRE LULA E A NOVA JUÍZA DA LAVA JATO
16/11/2018 10:10:00 - SERGIPE TEM A 2ª MAIOR TAXA DE DESOCUPAÇÃO DO PAÍS
16/11/2018 10:10:00 - BR-101: PRF E PM APREENDEM MACONHA E COCAÍNA EM CRISTINÁPOLIS



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Na sua opinião, quem será o próximo prefeito de Estância em 2020?
Adriana Leite (PRB)
Dominguinhos (PT)
Márcio Souza (PSOL)
Você acredita que a prefeitura de Estância vai restaurar a Casa da Cultura?
Sim
Não
Nenhuma das Alternativas

USUÁRIOS ONLINE

39 visitantes online (38 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 39

mais...