7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Manchete : FLEXIBILIZAÇÃO DO PORTE PREOCUPA A PC
enviou em 09/01/2019 10:00:00 ( 52 leituras )
Manchete

VIVIANE pessoa: "Discussão precisa ser mais aprofundada"

Um dos temas mais discutidos durante as eleições 2018 para a presidência do Brasil foi a posse de armas de fogo. Essa foi uma das principais promessas de campanha do candidato e atual presidente Jair Bolsonaro, e gerou muitas discussões entre a população que mantinha um lado a favor, e o outro, contra. Antes mesmo de assumir, o presidente afirmou que assinaria um decreto para libertar a posse, o que está sendo editado para ser publicado, e, segundo o mandatário, ainda em janeiro o processo deverá ser finalizado.


O presidente afirmou ainda que ele e o ministro Sérgio Moro estão definindo o que será considerado “necessidade”, o que a legislação pede para a comprovação efetiva da solicitação. E uma das ideias é atrelar a necessidade com índices de criminalidade, o que significa que pessoas que moram em locais com maiores números de mortes por arma de fogo terão maior facilidade de conseguir a posse. O presidente também já mantém discurso de que pretende liberar o porte de arma.

De acordo com a delegada Viviane Pessoa, coordenadora das Delegacias de Aracaju, ainda não é possível ter um entendimento analítico concreto sobre o decreto, pois ele ainda não foi publicado. No entanto, ela acredita que a melhor alternativa para reduzir os casos de crimes violentos no país e no estado é o forte investimento em Segurança Pública, e não armando de forma indiscriminada o cidadão.

“Creio que a discussão precisa ser mais aprofundada, inclusive com o Congresso Nacional e os grupos que defendem ou não a liberação da posse de arma”, disse a delegada.

Com a declaração do presidente sobre a flexibilização do porte de arma, a delegada Viviane destaca que há um entendimento entre as autoridades policiais, de que, caso haja a flexibilização do porte, o ideal é que seja de uma arma longa, pois evitaria que uma pessoa comum, em uma tarde de sábado, se deslocasse com a arma, caracterizando o porte. Há um receio de que a liberação indiscriminada da posse facilite o porte em qualquer lugar e aumente os casos de homicídios dolosos.


Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
23/03/2019 15:10:00 - PAULO PECÊ DENUNCIA POLUIÇÃO NO RIO PAIAUITINGA DE ESTÂNCIA
23/03/2019 15:00:00 - PM prende suspeito de furtar residência na cidade de Estância
23/03/2019 14:50:00 - Ciclone em Moçambique revela verdadeira extensão dos danos
23/03/2019 14:50:00 - Mastruz com Leite, Limão com Mel, Cavalo de Pau e Forró Brucelose são atrações confirmadas no Festival das Antigas 2019 em Tobias Barreto
23/03/2019 14:50:00 - Após fortes chuvas, barragem de Tobias Barreto fica próxima de transbordar
23/03/2019 14:50:00 - Aracaju recebe encontro nacional do PSD
23/03/2019 14:40:00 - DEFESA CIVIL ALERTA: RAIOS E RELÂMPAGOS EXIGEM CUIDADOS
23/03/2019 14:40:00 - Forrozão Da Sergipe: Liberada A Venda De Ingressos Do 2º Lote
23/03/2019 14:40:00 - Na Primeira Noite Preso, Temer Ficará Em Sala Da PF No Rio
23/03/2019 14:40:00 - Quando a mania de morder objetos pode virar problema?



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Dos últimos prefeitos e o atual, em dois anos de mandato, quem fez mais por Estância?
Carlos Magno 75 % 75%
Gilson Andrade 8 % 8%
Ivan Leite 16 % 16%
Na sua opinião, quantos candidatos a prefeito Estância deve lançar em 2020?
Três 25 % 25%
Quatro 0%
Cinco 75 % 75%

USUÁRIOS ONLINE

29 visitantes online (25 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 29

mais...