7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Saúde : Brasil Tem 10.274 Casos Confirmados De Sarampo
enviou em 11/01/2019 09:50:00 ( 47 leituras )
Saúde

Desde o início de 2018 até 8 de janeiro de 2019, o Brasil registrou 10.274 casos confirmados de sarampo. Atualmente, o país enfrenta dois surtos da doença: no Amazonas, onde há 9.778 casos e, em Roraima, onde foram contabilizados 355 ocorrências.

Casos isolados foram anotados em São Paulo (3), Rio de Janeiro (19), Rio Grande do Sul (45), Rondônia (2), Bahia (2), Pernambuco (4), Pará (61) e Sergipe (4), além do Distrito Federal (1).

Foram registrados ainda 12 óbitos por sarampo: quatro em Roraima, seis no Amazonas e dois no Pará.

Os surtos, segundo o Ministério da Saúde, estão relacionados à importação, já que o genótipo do vírus que circula no Brasil é o mesmo da Venezuela, país com surto da doença desde 2017.

Por meio de nota, o ministério informou que a explosão de casos confirmados no Amazonas é resultado de uma força-tarefa realizada no final de 2018 em Manaus, quando mais de 7 mil casos que estavam em investigação foram concluídos.

“Nas últimas semanas, houve diminuição na notificação de casos novos no Amazonas e em Roraima. No Amazonas, a concentração de casos desta semana se deu nos meses de julho e agosto. No estado de Roraima, o pico da doença ocorreu entre fevereiro e março de 2018. Em ambos os estados, no momento, a curva de novos casos é decrescente”, disse o Ministério da Saúde.

Vacinação
De janeiro de 2018 até janeiro deste ano, o ministério encaminhou 15,5 milhões de doses da vacina tríplice viral para atender a demanda dos serviços de rotina e a realização de ações de bloqueio nos seguintes estados: Rondônia, Amazonas, Roraima, Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Sergipe, além do Distrito Federal.

Certificado
O Brasil tem até fevereiro deste ano para reverter os surtos de sarampo, sob pena de perder o certificado de eliminação da doença concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) em 2016. O alerta foi feito pela assessora regional de Imunizações da entidade, Lúcia Helena de Oliveira, durante a 20ª Jornada Nacional de Imunizações, no Rio de Janeiro.

Ela lembrou que a Venezuela, de onde veio a cepa de sarampo identificada no Brasil, perdeu seu certificado de eliminação em junho deste ano.

O critério adotado pela Opas para conferir transmissão sustentada é que o surto se mantenha por um período superior a 12 meses. As autoridades sanitárias brasileiras, portanto, correm contra o tempo, já que os primeiros casos da doença no Norte do país foram identificados no início de 2018.

“Sabemos que os casos no Brasil são de importação, lamentavelmente, pelas condições de saúde em que vive a Venezuela. Mas só estamos tendo casos de sarampo no Brasil porque não tínhamos cobertura de vacinação adequada. Se tivéssemos, esses casos viriam até aqui e não produziriam nenhum tipo de surto”, destacou a assessora da Opas.


da Agência Brasil

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
23/03/2019 15:10:00 - PAULO PECÊ DENUNCIA POLUIÇÃO NO RIO PAIAUITINGA DE ESTÂNCIA
23/03/2019 15:00:00 - PM prende suspeito de furtar residência na cidade de Estância
23/03/2019 14:50:00 - Ciclone em Moçambique revela verdadeira extensão dos danos
23/03/2019 14:50:00 - Mastruz com Leite, Limão com Mel, Cavalo de Pau e Forró Brucelose são atrações confirmadas no Festival das Antigas 2019 em Tobias Barreto
23/03/2019 14:50:00 - Após fortes chuvas, barragem de Tobias Barreto fica próxima de transbordar
23/03/2019 14:50:00 - Aracaju recebe encontro nacional do PSD
23/03/2019 14:40:00 - DEFESA CIVIL ALERTA: RAIOS E RELÂMPAGOS EXIGEM CUIDADOS
23/03/2019 14:40:00 - Forrozão Da Sergipe: Liberada A Venda De Ingressos Do 2º Lote
23/03/2019 14:40:00 - Na Primeira Noite Preso, Temer Ficará Em Sala Da PF No Rio
23/03/2019 14:40:00 - Quando a mania de morder objetos pode virar problema?



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Dos últimos prefeitos e o atual, em dois anos de mandato, quem fez mais por Estância?
Carlos Magno 75 % 75%
Gilson Andrade 8 % 8%
Ivan Leite 16 % 16%
Na sua opinião, quantos candidatos a prefeito Estância deve lançar em 2020?
Três 25 % 25%
Quatro 0%
Cinco 75 % 75%

USUÁRIOS ONLINE

32 visitantes online (28 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 32

mais...