7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Internacionais : Venezuela: intervenção militar não é solução, diz ministro espanhol
enviou em 12/02/2019 10:30:00 ( 25 leituras )
Internacionais

Josep Borrel afirmou que conversou com conselheiro de segurança dos EUA e espera que afirmação sobre intervenção seja apenas retórica

O ministro das Relações Exteriores da Espanha, Josep Borrell, considera que a solução para a crise política da Venezuela não é uma intervenção militar dos Estados Unidos, conforme disse em entrevista à emissora France 24 exibida nesta segunda-feira (11).


"Falei com o Conselheiro de Segurança Nacional dos EUA (John Bolton) e o fiz ver que a solução, claro, não é uma intervenção militar americana; embora digam que ela está sobre a mesa, espero que isto seja uma afirmação retórica", afirmou Borrell.

O ministro espanhol lembrou que, neste caso, a União Europeia (UE) tem uma posição comum "contundente" contra qualquer intervenção militar estrangeira.

"Com o histórico que os EUA têm em matéria de intervenção militar na América Latina, nenhuma das quais é possível dizer que tenha sido realmente um sucesso, acredito que faria muito bem em abster-se de utilizar suas forças armadas, que são muito grandes, já sabemos", disse o ministro.

Borrell declarou que "a União Europeia está claramente a favor da realização de eleições presidenciais" e que o objetivo do grupo de contato é "propiciar" que o pleito aconteça o mais rápido possível.

O ministro também se pronunciou sobre o julgamento dos principais dirigentes do referendo de 1º de outubro de 2017 na Catalunha, que começa nesta terça-feira, e disse que "é muito importante insistir que o julgamento não é sobre opiniões, mas fatos".

"Não é um problema de opinião, mas de atuação, e para isso temos tribunais", afirmou Borrell.

Quanto às eleições do Parlamento Europeu, que acontecem em maio, o ministro espanhol garantiu que serão "especialmente importantes" pelas mudanças que ocorreram desde as últimas, com um "passo atrás no processo de construção europeu" pela entrada dos "populistas nacionalistas de esquerda e direita".

"É preciso um esforço para explicar a importância do projeto de integração aos europeus de todos os Estados-membros, para que não escutem os 'flautistas de Hamelin' que os levam alegremente a tempos passados, que tomara não voltem", concluiu Borrell.


Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
20/02/2019 11:00:00 - Aeroportos no prego
20/02/2019 11:00:00 - Ford fechará fábrica de São Bernardo; 3,2 mil trabalhadores serão demitidos
20/02/2019 10:50:00 - Homem é morto a tiros na frente do filho de três anos de idade
20/02/2019 10:40:00 - OPERAÇÃO POLICIAL EM MARUIM DEIXA UM MORTO EM TROCA TIROS
20/02/2019 10:40:00 - Com Reforma Da Previdência, Brasil Deslanchará, Diz Bolsonaro
20/02/2019 10:40:00 - MEMORIAL DE ESTÂNCIA RECEBE EXPOSIÇÃO SOBRE A UMBANDA
20/02/2019 10:30:00 - Mais 2 Deputados Estaduais Dizem Que Podem Disputar Prefeituras Do Interior
20/02/2019 08:50:00 - VICE-PRESIDENTE MOURÃO DEMONSTRA SER CONTRA HIBERNAÇÃO DA FAFEN EM SERGIPE
20/02/2019 08:50:00 - FALTA CARNE NAS FEIRAS E MERCADOS DO INTERIOR
19/02/2019 09:50:00 - Luciano Pimentel adere a Frente Parlamentar de Defesa da Mulher



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Dos últimos prefeitos e o atual, em dois anos de mandato, quem fez mais por Estância?
Carlos Magno
Gilson Andrade
Ivan Leite
Na sua opinião, quantos candidatos a prefeito Estância deve lançar em 2020?
Três 25 % 25%
Quatro 0%
Cinco 75 % 75%

USUÁRIOS ONLINE

33 visitantes online (31 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 33

mais...