7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Manchete : DEFESA CIVIL INTERDITA PONTE EM ESTÂNCIA E ACOMPANHA SITUAÇÃO DE RISCO
enviou em 11/07/2019 10:30:00 ( 32 leituras )
Manchete

Defesa Civil Estadual e as coordenadorias municipais seguem em alerta, acompanhando as ocorrências registradas.Numa noite movimentada, em razão das fortes chuvas, o Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil registrou ocorrências em diversos municípios do Estado nesta quarta-feira, 10, felizmente sem que tenha havido feridos.

Em Estância, foi feita a interdição temporária da ponte próxima ao Complexo XPTO. De acordo com o diretor da Defesa Civil Estadual, cel. Alexandre José, a medida foi adotada de maneira preventiva. “Em 2009, a ponte ruiu em razão da alta vazão do rio Piauitinga. Foi reconstruída, mas como o nível do rio está alto e com grande vazão, achamos prudente interditar temporariamente. Os comerciantes locais foram notificados para que saiam do local até uma reavaliação”, explicou.

Em Nossa Senhora do Socorro, a Defesa Civil Municipal interditou uma estrada no Guajará e, no Beira Rio (Parque dos Faróis), as águas do Rio Poxim subiram a ponto de adentrar em mais de 20 residências, a aproximadamente 30 cm. Apesar da resistência, as famílias que estão deixando o local estão sendo alojadas temporariamente do Centro Social, lá mesmo, no Parque dos Faróis, onde estão sendo atendidas pela Defesa Civil e pela secretaria de Assistência Social do município.

Em Lagarto, uma casa desabou e, em outras duas, foi registrado desabamento parcial. Até o momento, uma família foi desalojada no município. Em Indiaroba, 10 famílias foram retiradas de casas (algumas de taipa) situadas em área com risco de desabamento, devido à proximidade de um barranco. Desabrigadas, elas receberão aluguel social da prefeitura, que está prestando assistência juntamente com a equipe da coordenadoria municipal. A Defesa Civil Estadual esteve no local na tarde desta quarta-feira, para realizar a avaliação de risco das moradias.

Na capital, as equipes da Defesa Civil Estadual e Municipal se somaram e saíram em diligência até alguns bairros. Foram feitas avaliações de risco em três casas no Santos Dumont, com uma família desalojada; uma casa no Japãozinho e mais uma no Porto Dantas. A situação das barragens também está sendo acompanhada pela Defesa Civil Estadual, Deso e Cohidro. Até a conclusão desta matéria, a única barragem que não havia vertido era a do Poxim, cujos níveis subiram de 46% para 75% nos últimos dois dias.

As ocorrências citadas foram registradas até as 22h desta quarta-feira, 10 de julho. Na manhã desta quinta-feira, ad informações serão atualizadas. As equipes da Defesa Civil Estadual e as coordenadorias municipais seguem em alerta, acompanhando as ocorrências registradas. Emergências podem ser informadas pelo número 199 na capital e, no interior, também pelo 193.


Fonte e foto assessoria

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
18/07/2019 15:40:00 - Maruim Reúne Quadrilhas Juninas De Oito Municípios Neste Sábado
18/07/2019 15:30:00 - Marcou nove, perdeu cinco: veja em detalhes todas as cobranças de pênalti de Diego no Flamengo
18/07/2019 15:30:00 - Paris fará 'limpeza profunda' em escolas perto da Notre-Dame após denúncia de contaminação de chumbo
18/07/2019 13:50:00 - Marília Mendonça comanda show em Aracaju no dia 20 de julho
18/07/2019 13:40:00 - Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas
18/07/2019 13:40:00 - Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro
18/07/2019 13:40:00 - Riachão do Dantas pode ter outra mulher no comando da cidade
18/07/2019 13:30:00 - Acidente com ônibus escolar deixa feridos em Pedrinhas (SE)
18/07/2019 13:30:00 - Aos 87 anos, Raimundo Juliano recebe comenda Júlio Prado Vasconcelos
18/07/2019 12:50:00 - Senadores de SE já gastaram mais de R$ 447 mil



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Os prédios públicos da prefeitura de Estância devem ser reformados e utilizados pela gestão?
Não 0%
Nenhuma das Alternativas 0%
Sim 100 % 100%
Qual a sua opinião sobre a Casa da Cultura de Estância. A prefeitura deve restaurá-la e colocá-la para funcionar?
Sim 92 % 92%
Não 0%
Nenhuma das Alternativas 7 % 7%

USUÁRIOS ONLINE

32 visitantes online (30 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 32

mais...