7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Manchete : Senadores de SE já gastaram mais de R$ 447 mil
enviou em 18/07/2019 12:50:00 ( 89 leituras )
Manchete

Representantes do Estado contrataram 101 comissionados.

Os senadores eleitos para representar Sergipe já gastaram este ano exatos R$ 447,6 mil das suas cotas para o exercício parlamentar. Rogério Carvalho (PT) foi o que mais utilizou o recurso, seguido por Alessandro Vieira (Cidadania) e Maria do Carmo (DEM).


O senador Rogério utilizou R$ 188,8 mil da cota. Sua maior despesa foi com locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis, onde aplicou 69,5 mil. Ele gastou mais R$ 56 mil com a rubrica passagens nacionais e R$ 35,2 mil com aluguel de imóveis para escritório.

Rogério não utilizou o auxílio-moradia, mas fez uso do imóvel funcional por cinco meses. Ele mantém 15 assessores em seu gabinete, sendo quatro deles concursados. No seu escritório de apoio ele mantém 36 comissionados.

Já Alessandro Vieira (Cidadania), até a semana passada, conforme está registrado no site do Senado, utilizou R$ 184 mil, destinando a maior parte do valor ao pagamento de passagens aéreas (R$ 98 mil) e à contratação de serviços de apoio parlamentar (R$ 70,2 mil). Há também gastos com aluguel de imóveis para escritório (R$ 8,8 mil).

Alessandro não utilizou seu direito ao auxílio-moradia nem imóvel funcional e mantém 16 assessores em seu gabinete – um efetivo e 15 comissionados, além de mais nove comissionados no seu escritório de apoio.

A senadora Maria do Carmo gastou R$ 74,8 mil, destinando R$ 33,1 mil para aluguel de escritório; mais R$ 20,5 mil com locomoção, hospedagem e alimentação e R$ 20,4 mil com passagens aéreas. Maria não utilizou o auxílio-moradia, mas ocupou o imóvel funcional por seis meses.

Ela mantém nomeados em seu gabinete no Congresso Nacional 14 pessoas, sendo cinco servidores efetivos e nove comissionados. No seu escritório de apoio, 21 comissionados estão nomeados.

Cota parlamentar

A cota parlamentar é o valor a que os membros do Senado têm direito de receber para cobrir despesas em função da sua atividade como agente público. O nome atual usado para se referir ao benefício é Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar dos Senadores (Ceaps).

No Senado, a cota é uma junção da verba de transporte aéreo (quantia variável por Estado correspondente a cinco trechos aéreos entre a capital do parlamentar e Brasília) e da verba indenizatória (quantia fixa de R$ 15 mil destinada aos outros gastos cobertos pelo benefício).



Por Max Augusto/Equipe JC
Fotos:GOOGLE

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
23/01/2020 10:50:00 - Sergipanos morrem em ação contra roubo de cargas
23/01/2020 10:50:00 - Valdevan Noventa quer eleger, no mínimo, 30 prefeitos em Sergipe
23/01/2020 10:00:00 - Sextaneja RioMar – Especial Simone e Simaria + Maiara e Maraisa
23/01/2020 09:50:00 - Clube de Mato Grosso desiste da contratação do goleiro Bruno
23/01/2020 09:50:00 - Nenhum caso no Brasil: Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus em Minas
23/01/2020 09:40:00 - Após falha no Enem, MPF recomenda que governo suspenda inscrições do Sisu
23/01/2020 09:40:00 - Austrália: três pessoas morrem em queda de avião que combatia incêndio
23/01/2020 09:40:00 - Suspeitos de furto qualificado são presos em Boquim
23/01/2020 09:30:00 - ITABAIANA: Adolescente invade escola, tenta estuprar cuidadora e é apreendido
23/01/2020 09:30:00 - Exposição traz obras de 20 artistas sobre as belezas de Sergipe



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Você acredita numa possível aliança de Márcio Souza com os grupos políticos de Ivan e Carlos Magno?
Não 16 % 16%
Nenhuma 0%
Sim 83 % 83%
Você acredita que o vereador André Graça será o vice de Gilson em 2020?
Sim 66 % 66%
Não 0%
Nenhuma 33 % 33%