7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Política : Riachão do Dantas pode ter outra mulher no comando da cidade
enviou em 18/07/2019 13:40:00 ( 20 leituras )
Política

Simone: “Acredito ser importante uma mulher no executivo municipal, mas uma mulher que tenha respeito ao povo”

Simone Andrade Farias Silva, mais conhecida como Simone de Dona Raimunda, será a candidata pelo PCdoB a prefeita de Riachão do Dantas, que está com o posto vago depois que a ex-prefeita Gerana Costa foi afastada por contratar e divulgar ilegalmente pesquisa eleittoral às vésperas da eleição. O nome de Simone foi definido em convenção no domingo, 14. Simone perdeu a eleição de 2016 para Gerana: ela obteve 6.368 votos - ou 48,53% dos válidos - e a sua oponente dada por eleita, 6.755 - ou 51,47%.


Simone de Dona Raimunda garante que tem ciência da grande responsabilidade que seria administrar o município e que, ao mesmo tempo, encara a situação com muita tranquilidade. “Por um simples motivo: tenho respeito à gestão pública, então essa responsabilidade não me assusta. Me impulsiona a buscar fazer o bem ao próximo”, afirma Simone.

Caso seja eleita, Simone manterá o mandato ocupado por uma mulher, o que ela entende ser importante para o cenário político da cidade. “As mulheres têm buscado ocupar mais espaço na sociedade e, acompanhando essa luta, entendo ser importante hoje e sempre ocuparmos espaços de poder, especialmente para apresentar nossas ideias e fazer uma gestão responsável”, afirma.

Mas Simone faz um adendo: “acredito, sim, ser importante uma mulher no Executivo Municipal, mas uma mulher que tenha respeito ao nosso povo e compromisso com toda a população do município”, ressalta. Ela diz que esse tipo de espaço é necessário para todas a mulheres.

“Assim é que vamos mostrar nossa capacidade de enfrentar os desafios, não só de política partidária, não só da gestão pública, mas a capacidade de enfrentar todas as situações inerentes à vida do homem em sociedade”, reforça.

Simone nunca ocupou mandato eletivo, mas é filha de um líder político do município – Seu Bebé – e de uma mãe vereadora por dois mandatos consecutivos. “Ela dedicou toda a sua vida ao magistério e ao serviço social, cuidando das pessoas mais carentes. Sou professora concursada da rede estadual e municipal. Na gestão municipal, ocupei o cargo de coordenadora municipal da merenda escolar e secretária da Assistência Social”, revela. Ela vê a Saúde do município como um dos principais desafios.

“Precisa ser feita com mais respeito ao cidadão, levando os serviços mais perto das pessoas, estruturando e equipando mais e melhor nossas unidades de saúde. Outra mudança muito necessária é a oportunidade que o município deve oferecer aos jovens, mulheres e homens em idade ativa para o trabalho”, diz.

“Assim, vamos mudar a realidade econômica do nosso município”, completa. Essa mudança, segundo Simone, foi o que a motivou a ser candidata agora e da outra vez. “Justamente por acompanhar a realidade do município e entender que o afastamento da ex-gestora ocorreu por não respeitar a lei e abusar do poder econômico, aceitei o desafio”, reitera.

Simone se diz preparada para o exercício do cargo se acaso for eleita. “Farei o que a lei determinar, buscando o desenvolvimento social, econômico e cultural do nosso município”, assegura. Do outro lado dessa disputa, está outra mulher, a advogada Manuela Costa, pelo PSC.

Em um discurso emotivo, Manuela Costa disse que conduzirá a campanha com humildade, respeito e que lutará para que Riachão volte a ser administrada com dignidade e voltada para as necessidades da população. “Não temos grandes estruturas e nem o apoio de governos, mas contamos com o mais importante: a força quem vem do povo. Estamos confiantes e na certeza da vitória”, afirmou.

Apesar da fala de que pretende fazer com que Riachão “volte a ser administrada com respeito e voltada para as necessidades da população”, ela é apoiada pela ex-prefeita Gerana. Aliás, Manuela foi secretária municipal de Assistência Social de Gerana, que estará em seu palanque. As eleições suplementares de Riachão ocorrerão no dia 1º de setembro, e também terão o atual gestor, o vereador presidente da Câmara Pedro da Lagoa, como candidato.



Jozailto Lima | JL Política
Tanuza Oliveira
Jornalista desde 2010, com formação pela Unit e atuação em veículos impressos e em assessorias de comunicação em Sergipe. É repórter Especial do JLPolítica desde 2017.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
23/08/2019 08:50:00 - TCE REJEITA AS CONTAS DOS EX-PREFEITOS DE PEDRINHAS E POÇO VERDE
23/08/2019 08:50:00 - BOLSONARO: PAÍSES USAM INCÊNDIOS PARA TENTAR PREJUDICAR O BRASIL
23/08/2019 08:50:00 - Brasil em chamas
23/08/2019 08:50:00 - Sono reparador e exercício são essenciais para equilibrar a rotina
23/08/2019 08:50:00 - Jorge & Mateus Único
23/08/2019 08:40:00 - ESTUDANTE ESTANCIANO DO SENAI PARTICIPA DE COMPETIÇÃO NA RÚSSIA
23/08/2019 08:40:00 - Europeus Vão Investir US$ 2 Bilhões Para Montar Refinaria No Estado De Sergipe
23/08/2019 08:30:00 - Inverno generoso contribui para redução da seca em SE
23/08/2019 08:30:00 - Proposta que amplia pena máxima de prisão para 40 anos avança na Câmara
23/08/2019 08:20:00 - Cerca de 1.200 queimadas já atingiram Sergipe em sete meses



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Você acredita numa possível aliança de Márcio Souza com os grupos políticos de Ivan e Carlos Magno?
Não
Nenhuma
Sim
Você acredita que o vereador André Graça será o vice de Gilson em 2020?
Sim 66 % 66%
Não 0%
Nenhuma 33 % 33%

USUÁRIOS ONLINE

23 visitantes online (18 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 23

mais...