7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Manchete : “GRACCHO CARDOSO” PERMANECE DE PORTAS FECHADAS E PRAÇA AO LADO SERVINDO PARA OFICINA DE CARROS
enviou em 10/03/2011 20:08:38 ( 1520 leituras )
Manchete

A classe estudantil e a população de Estância que presenciaram no passado a fama do Colégio Cenecista Graccho Cardoso, onde oferecia à comunidade três turnos da sua educação na região Sul com os cursos Adicional, Magistério e Contabilidade, atualmente, vem lamentando o estado de abandono que está passando este colégio que pertencia a Campanha Nacional de Escolas da Comunidade - CNEC.
A decadência dessa importante unidade escolar, ocorrida praticamente em 2005, causou um impacto profundo na educação do município, e lamentavelmente os últimos responsáveis pelo funcionamento deste colégio não divulgaram para a população a real problemática que o levou o “Graccho” a fechar suas portas definitivamente.
Segundo informações, a prefeitura de Estância, ano passado comprou esse imóvel e também o prédio da antiga Escola Técnica de Comércio, mas lamentavelmente ainda não acenou o que pretende fazer com as instalações do Graccho.


Os moradores da localidade e os ex-alunos do Graccho não se contentam em ver o prédio abandonado e agora a sua praça servindo de pátio para garagem de carros sucateados.

HISTÓRICO DO GRACCHO

O Colégio Cenecista Graccho Cardoso, quando estava funcionando, era repleto de alunos, e participava ativamente da vida social, cívica, esportiva, educacional e cultural de Estância.

Nos jogos da primavera, o “Graccho” era destaque em futebol de campo, handebol, atletismo, tênis de mesa e várias outras modalidades. “Podemos também relatar que as equipes do Colégio Graccho Cardoso foram tri-campeãs estaduais dos Jogos Abertos das Escolas Cenecistas, em 85, 86 e 87. Foi uma época muito boa, de muito trabalho, mas de oportunidade para conhecer uma grande parcela da população estudantil de Estância e de outras cidades da região, que passou por aqueles bancos escolares”, lembra Luiz Palomares, ex-professor deste colégio.

O “Graccho” que foi construído na década de sessenta, através de um convênio firmado com a CNEC e a Prefeitura Municipal, está atualmente com suas salas tomadas por lixo, paredes risadas, matos invadindo parte de sua estrutura física, portas quebradas, áreas de lazer contaminadas de fezes e telhados arruinados.

O nome desse colégio foi uma homenagem prestada ao ex-governador de Sergipe e filho de Estância, Graccho Cardoso, que levava a educação muito a sério em Sergipe, e hoje este estabelecimento de ensino está totalmente entregue aos cuidados dos vândalos.

Redação A Tribuna Cultural.com - Jornalista Magno de Jesus

Classificação: 10.00 (1 voto) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
17/06/2018 19:10:00 - SANTA LUZIA DO ITANHI VIVEU MOMENTOS DE ALEGRIAS NA NOITE DESTE SÁBADO, 16
17/06/2018 17:00:00 - Brasil larga na frente, mas empata com a Suíça em estreia na Copa
16/06/2018 12:50:00 - Estância resgata festival regional de Quadrilhas Juninas
16/06/2018 12:50:00 - RENATA SANTOS FONSECA É A RAINHA MIRIM 2018 DE SANTA LUZIA DO ITANHI
16/06/2018 12:30:00 - Barracas de fogos explodem na praça de eventos de Monte Alegre
16/06/2018 12:30:00 - Governo acionará justiça para liberação do Finisa
15/06/2018 10:00:00 - Dia Mundial do Doador de Sangue: saiba quem pode doar, o que é exigido e se a doação vale folga no trabalho
15/06/2018 10:00:00 - Espanha tenta superar crise em clássico contra Portugal de CR7
15/06/2018 09:50:00 - Morador de rua morre afogado em rio de Estância
15/06/2018 09:50:00 - Comidas típicas ganham espaço especial em padarias



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Qual a sua avaliação sobre o primeiro ano da gestão do prefeito Gilson Andrade de Estância
Boa 0%
Nenhuma das Alternativas 0%
Ótima 0%
Péssima 50 % 50%
Regular 50 % 50%
Ruim 0%

USUÁRIOS ONLINE

18 visitantes online (16 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 18

mais...