7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Manchete : PGR pede restabelecimento da prisão preventiva de Valdevan 90
enviou em 13/08/2019 11:40:00 ( 82 leituras )
Manchete

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que restabeleça a prisão preventiva do deputado federal José Valdevan Santos (PSC/SE). Em liberdade desde janeiro deste ano, o congressista passou a aliciar testemunhas para que mentissem nos depoimentos, conforme aponta denúncia do Ministério Público Eleitoral. A investigação apura irregularidades em doações durante a campanha eleitoral de 2018. Para a PGR, a prisão preventiva é o único meio de se garantir o êxito das investigações e cessar a prática criminosa por parte do parlamentar e integrantes da organização criminosa investigada.

Em 1º de agosto deste ano, o relator do caso no STF, ministro Celso de Mello, chegou a determinar o restabelecimento da prisão preventiva, decretada pela Justiça Eleitoral de Sergipe. Porém, no dia 6 de agosto, revogou a prisão, mantendo a liberdade provisória do investigado até o julgamento do agravo interno em habeas corpus apresentado pela defesa de Valdevan. No recurso pendente, a defesa aponta a desnecessidade de manutenção da prisão preventiva, uma vez que a denúncia já foi apresentada à Justiça Eleitoral. E que não seria razoável presumir que o acusado teria meios de obstaculizar as investigações.

A PGR defende, no entanto, que a prisão é necessária para garantir a integridade das investigações, uma vez que a instrução processual penal sequer foi iniciada, podendo ser efetivamente comprometida com a interferência do acusado. Ela salienta o fato de que as testemunhas não foram ouvidas em juízo, e que não há nenhum meio eficaz de impedir ou fiscalizar o contato do político com os demais acusados, bem como com as testemunhas, que podem continuar a ser coagidas ou manipuladas pelos envolvidos.

Na manifestação, a PGR ressalta ainda outra circunstância agravante no caso: a origem do dinheiro doado ainda não foi esclarecida, podendo desvendar crimes ainda mais graves do que os já imputados na denúncia. “É certo que o modus operandi do paciente na conduta criminosa inicial e na subsequente tentativa de embaraçar a investigação criminal desaconselham peremptoriamente o afastamento da prisão preventiva neste momento processual. É efetivamente essencial a constrição cautelar”, conclui a PGR.

Entenda o caso

José Valdevan Santos foi denunciado por ter apresentado informações falsas na prestação de contas da campanha nas eleições de 2018. As investigações apontaram que ele recorria a laranjas para a realização de doações irregulares em favor da sua candidatura. Integrantes da equipe do parlamentar teriam aliciado 86 pessoas para simular contribuições ao candidato. Foram identificadas doações eleitorais padronizadas e sequenciais no valor de R$ 1.050, em curto intervalo de tempo.

O Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de comunicação do deputado que informou que não irá se pronunciar no momento.

Fonte: Procuradoria-Geral da República
(Foto: Facebook/ValdevanNoventaOficial)

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
23/01/2020 10:50:00 - Sergipanos morrem em ação contra roubo de cargas
23/01/2020 10:50:00 - Valdevan Noventa quer eleger, no mínimo, 30 prefeitos em Sergipe
23/01/2020 10:00:00 - Sextaneja RioMar – Especial Simone e Simaria + Maiara e Maraisa
23/01/2020 09:50:00 - Clube de Mato Grosso desiste da contratação do goleiro Bruno
23/01/2020 09:50:00 - Nenhum caso no Brasil: Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus em Minas
23/01/2020 09:40:00 - Após falha no Enem, MPF recomenda que governo suspenda inscrições do Sisu
23/01/2020 09:40:00 - Austrália: três pessoas morrem em queda de avião que combatia incêndio
23/01/2020 09:40:00 - Suspeitos de furto qualificado são presos em Boquim
23/01/2020 09:30:00 - ITABAIANA: Adolescente invade escola, tenta estuprar cuidadora e é apreendido
23/01/2020 09:30:00 - Exposição traz obras de 20 artistas sobre as belezas de Sergipe



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Você acredita numa possível aliança de Márcio Souza com os grupos políticos de Ivan e Carlos Magno?
Não 16 % 16%
Nenhuma 0%
Sim 83 % 83%
Você acredita que o vereador André Graça será o vice de Gilson em 2020?
Sim 66 % 66%
Não 0%
Nenhuma 33 % 33%