7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

Saúde : ARACAJU TEM 51,5% DA POPULAÇÃO COM EXCESSO DE PESO
enviou em 28/08/2013 12:50:00 ( 540 leituras )
Saúde

O aumento de peso ocorre tanto em homens quanto mulheres

O excesso de peso e a obesidade aumentaram no Brasil nos últimos sete anos, é o que aponta a última pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2012), divulgado nesta terça-feira (27), pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.


Aracaju acompanha a tendência nacional. A frequência de obesidade na população da capital sergipana passou de 13%, em 2006, para 18%. Com relação ao excesso de peso, o percentual passou de 40,3% para 51,5%, no mesmo ano. O aumento ocorre tanto em homens quanto mulheres. Na capital de Sergipe, o percentual de homens obesos subiu de 14,6% para 19,5% e com excesso de peso de 47,2% para 60%. Entre as mulheres, os índices de obesidade aumentaram de 11,5% para 16,8% e de excesso de peso de 33,9% para 44,6%.

Na primeira edição do estudo, em 2006, 43,2% estavam acima do peso ideal e 11,4% eram obesos no Brasil. Atualmente, o percentual subiu para 51% e 17,4%, respectivamente. É a primeira vez que mais da metade da população brasileira está acima do peso.

O Vigitel retrata os hábitos da população e é um importante instrumento para desenvolver políticas públicas de saúde preventiva. Nesta edição, foram entrevistados 45.448 mil adultos em todas as capitais e no Distrito Federal, entre julho de 2012 a fevereiro de 2013.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou que os dados servem de alerta para que toda a sociedade se articule para controlar o aumento da obesidade e do sobrepeso no país. “Os dados reforçam que a hora é agora. Se não tomarmos - o conjunto da sociedade, familiares, trabalho, agentes de governo - as medidas necessárias, se não agirmos agora, corremos o risco de chegar a patamares de obesidade como os do Chile e dos Estados Unidos. Por isso, temos que agir fortemente/, disse.


Alimentação e atividade física

Apesar da obesidade estar relacionada a fatores genéticos, há uma influência significativa do sedentarismo e de padrões alimentares inadequados no aumento dos índices brasileiros. Forte aliado na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, o consumo de frutas e hortaliças está sendo deixado de lado por uma boa parte da população de Aracaju. Apenas 18,9% da população ingerem a porção diária recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de cinco ou mais porções ao dia.

Outro indicador que preocupa é o consumo excessivo de gordura saturada: 28,2% da população da cidade não dispensam a carne gordurosa e 47,5% consomem leite integral regularmente. Os refrigerantes também têm consumidores fieis - 16% dos brasileiros tomam esse tipo de bebida ao menos cinco vezes por semana. A pesquisa revela também que 38,5% da população da capital sergipana praticam algum tipo de atividade física no tempo livre ou no lazer. Os homens (46,9%) são mais ativos que as mulheres (31,6%).

Combate à obesidade

Um dos objetivos do Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT), lançado em 2011, é deter o crescimento da proporção de adultos brasileiros com excesso de peso ou com obesidade.

Em março, o Ministério da Saúde criou a Linha de Cuidados da Atenção Básica para excesso de peso e outros fatores de risco associados ao sobrepeso e à obesidade até o atendimento em serviços especializados. A Atenção Básica vai proporcionar diferentes tipos de tratamentos e acompanhamentos ao usuário, o que inclui também atendimento psicológico.

A pessoa com sobrepeso (IMC igual ou superior a 25) poderá ser encaminhada a um polo da Academia da Saúde para realização de atividades físicas e a um Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) para receber orientações para uma alimentação saudável e balanceada. Atualmente, 82,1% dos 1.888 NASFs contam com nutricionistas; 85,7% com psicólogos e 61,6% com professores de educação física.

Toda a evolução do tratamento será acompanhada por uma das 37 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS), presentes em todos os municípios brasileiros. O Programa Academia da Saúde é a principal estratégia para induzir o aumento da prática da atividade física na população. Até agora, já foram repassados R$ 175 milhões, de um total de investimento previsto de R$ 390 milhões.

A iniciativa prevê a implantação de polos com infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados para a orientação de práticas corporais, atividades físicas e lazer. Atualmente, há mais de 2,8 mil polos habilitados para a construção em todo o país e outros 155 projetos pré-existentes que foram adaptados e custeados pelo Ministério da Saúde. Em Sergipe, o Ministério da Saúde está investindo R$ 6 milhões na construção de 47 polos em todo o Estado.

O Ministério da Saúde investe também em ações preventivas para evitar a obesidade em crianças e adolescentes, como o Programa Saúde na Escola (PSE), que este ano está aberto a todos os municípios e passa a atender creches e pré-escolas. Para 2013, está previsto o investimento de R$ 175 milhões. Outra medida é a parceria do Ministério com Federação Nacional de Escolas Particulares para distribuição de 18 mil Manuais das Cantinas Escolares Saudáveis como incentivo a lanches menos calóricos e mais nutritivos.


Fonte: Agência Saúde

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia -


Outros Artigos
19/10/2018 17:50:00 - POSIÇÃO DO PSOL SERGIPE SOBRE O SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES 2018
19/10/2018 17:40:00 - EDITAL DE PROCLAMAS Nº 1567
19/10/2018 15:00:00 - PREFEITURA DE SANTA LUZIA ATENDE PEDIDO DE COMUNIDADES RURAIS E LEVA ÁGUA PARA MORADORES
19/10/2018 14:50:00 - BRASIL TEM 477 GRÁVIDAS E LACTANTES NO SISTEMA CARCERÁRIO
19/10/2018 14:50:00 - O PASSEIO DA TIETA
19/10/2018 12:30:00 - Invasão Heatmus no RioMar
19/10/2018 12:00:00 - Justiça Eleitoral cassa mandato do deputado eleito Talysson de Valmir
19/10/2018 11:50:00 - 9 sinais biológicos de que você está envelhecendo
19/10/2018 11:40:00 - Borja e Deyverson treinam no Palmeiras e podem jogar domingo
19/10/2018 11:40:00 - Suspeito da execução de Khashoggi morre em acidente de carro



Marcar este artigo como favorito neste site

                   

 
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

ENQUETE

Nessas próximas eleições estaduais, dos candidatos por Estância, quem será mais votado em Estância?
Adriana Leite 45 % 45%
Carlos Magno 9 % 9%
Diogo 0%
Jonas do Caldo de Cana 0%
Márcio Souza 27 % 27%
Pastor Moacir 0%
Paulo André 0%
Titó 9 % 9%
Valdevan 90 0%
Zeca das Redes 9 % 9%

USUÁRIOS ONLINE

39 visitantes online (35 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 39

mais...