7º ENCONTRO DE FILARMÔNICAS EM ESTÂNCIA

RSS

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 11 »
Opinião : Em Sergipe é gás "pra ninguém botar defeito"
enviou em 30/10/2017 11:20:00 ( 228 leituras )
Opinião

Diante de uma mesa farta surgem as exclamações: “É comida pra ninguém botar defeito”. Diante de uma feminina exuberância a mesma coisa: “É mulher pra ninguém botar defeito”.No primeiro caso, do alimento que sobra, comemora-se a fartura, já no segundo é a exuberância daqueles contornos essencialmente femininos que se festeja, numa celebração à beleza, e também ao devaneio onírico onde o erótico não se ausenta.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 52212 bytes | Comentários?
Opinião : ALGUMAS MENTIRAS – Por José Lima Santana
enviou em 03/10/2017 09:40:00 ( 233 leituras )
Opinião

Em 1974, eu me tonei, em Nossa Senhora das Dores, correspondente do antigo “Diário de Aracaju”, que funcionava na parte térrea do antigo prédio da Rádio Jornal, e que, hoje, se encontra abandonado, na Av. Rio Branco. Na década de 1980, publiquei meus primeiros artigos, na Gazeta de Sergipe.Na década de 1990, comecei a publicar, de forma esparsa, artigos no Jornal da Cidade. A partir de 2010, Marcos Cardoso reservou-me, no JC, um espaço aos domingos, que tenho usado desde então.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 7373 bytes | Comentários?
Opinião : Do mourão de 1964 ao mourão de 2017
enviou em 26/09/2017 10:10:00 ( 344 leituras )
Opinião

Já se foram 53 anos desde que surgiu na história brasileira um general chamado Mourão. Tanto tempo decorrido aparece um outro general também Mourão. O primeiro era Olímpio, o segundo, o de agora, é Antônio. Entre o tempo desses dois generais que até poderão ser parentes, houve transformações imensas. Mudou o mundo, mudou o Brasil. O general Olympio em março de 64 iniciou a marcha de Minas ao Rio desencadeando o golpe, e surpreendendo até os principais conspiradores e supostos líderes.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 32427 bytes | Comentários?
Opinião : A “GESTÃO NOVA ESTÂNCIA” E A TRANSPARÊNCIA! Por Dominguinhos Machado
enviou em 18/09/2017 10:40:00 ( 245 leituras )
Opinião

Já se foi o tempo em que o gestor, especialmente o prefeito, governava sem ouvir o conjunto da população, como também sem se pautar pelo regramento constitucional em vigor. Nesse aspecto, o país mudou para melhor.É óbvio que ainda existem resquícios e vícios de uma prática política e administrativa da época da Velha República (1889-1930), tempo recheado de autoritarismo e mandonismo local regado cotidianamente por farta violência, inclusive institucional.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 2757 bytes | Comentários?
Opinião : SOBRE VERMES FACÕES E PUNHAIS
enviou em 12/09/2017 10:30:00 ( 277 leituras )
Opinião

Por Luiz Eduardo Costa
À crêr na teoria da evolução das espécies, todos nós agora humanos, um dia, no alvorecer da vida sobre a terra, seríamos parte de um processo que se iniciava nas primitivas formas orgânicas pululando nos pântanos mornos, com movimentos próprios, mexendo-se no lodaçal. Decorreram uns dois bilhões de anos. Então, do verme ou ameba inicial haviam evoluído os vertebrados.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 3119 bytes | Comentários?
Opinião : Entre contentes e descontentes o desfile de Estância foi maior que todos
enviou em 08/09/2017 10:30:00 ( 288 leituras )
Opinião

Estância tem como característica ser vanguardista em suas realizações e com isso, sempre se destaca em nosso Estado. No desfile Cívico da Independência, realizado nessa quinta-feira, 07.09, não foi diferente e o município Berço da Cultura Sergipana, resolveu “pisar no freio” da modernização ou diversidade cultural das músicas executadas pelas bandas marciais durante o desfile.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 3457 bytes | Comentários?
Opinião : A PONTE DA PRIVATARIA
enviou em 05/09/2017 10:30:00 ( 328 leituras )
Opinião

A Amazônia continua sendo o nosso quintal…?

Semana passada o Governo Federal pôs à venda 57 patrimônios nacionais, deflagrando mais uma fase do Programa Nacional de Desestatização com medidas previstas na carta aos investidores produzida por Michel Temer (PMDB) em 29/Outubro/2015, aproximadamente um mês antes de Eduardo Cunha (PMDB), então presidente da Câmara dos Deputados, abrir o processo de impedimento presidencial que culminou com a quebra da ordem democrática e erigiu Temer ao poder. O documento foi denominado pelo próprio vice-futuro-Presidente da República de “Ponte Para o Futuro”, e nele constavam a cumplicidade e a Agenda do Golpe.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 7621 bytes | Comentários?
Opinião : O Agosto de Temer
enviou em 23/08/2017 10:40:00 ( 312 leituras )
Opinião

A lista de acontecimentos históricos que se aproximam da tragédia política contribui para reforçar a crença de o mês é mesmo portador de mau agouro em nossas terras. Assim foi o suicídio de Getúlio Vargas em 1954, a renúncia de Jânio Quadros em 1961, a morte suspeita de Juscelino Kubitschek em acidente automobilístico em 1976 e a morte de Eduardo campos durante a campanha presidencial em 2014.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 10991 bytes | Comentários?
Opinião : Todo mundo tem uma, mesmo que seja uma frase qualquer, uma crença louca
enviou em 17/07/2017 11:10:00 ( 272 leituras )
Opinião

Todo mundo tem, e sempre teve, opinião. Há dois tipos clássicos, que, juntos, deságuam nas várias correntes. O primeiro tipo é o que, na falta de opinião melhor, por imposição, medo ou preguiça, assume a opinião dos outros como sua. Costuma-se dizer que é um “sem opinião”. É o maria-vai-com-as-outras, que adora um “Fla-Flu”. O segundo tipo é o que, após refletir sobre as opiniões alheias, junta informações, ouve a intuição e forma uma “opinião própria”.

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 5305 bytes | Comentários?
Opinião : O juízo político também não beneficia Temer
enviou em 12/07/2017 14:50:00 ( 241 leituras )
Opinião

Os incontáveis indícios de crime levam mesmo a que a Câmara permita o Supremo processar o presidente, em respeito à sociedade

O verbo tratorar voltou a ser conjugado na Câmara, com a ação do Planalto de aprofundar a intervenção na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para trocar nomes, com a finalidade de estabelecer alguma maioria minimamente segura na rejeição do pedido de abertura de processo contra o presidente Michel Temer .

Classificação: 0.00 (0 votos) - Classifique esta notícia - Leia mais... | Mais 3033 bytes | Comentários?
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 11 »

ENQUETE

Nessas próximas eleições estaduais, dos candidatos por Estância, quem será mais votado em Estância?
Adriana Leite
Carlos Magno
Diogo
Jonas do Caldo de Cana
Márcio Souza
Pastor Moacir
Paulo André
Titó
Valdevan 90
Zeca das Redes

USUÁRIOS ONLINE

35 visitantes online (35 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 35

mais...