A cara (e o cara) do Fla na Taça Guanabara: 5 momentos de Vinícius Jr. na conquista

Data 19/02/2018 14:40:00 | Tóopico: Esportes

Artilheiro rubro-negro no Carioca, jovem de 17 anos fez mais do que gols. Dribles, assistência e polêmica fazem parte do repertório, que o levaram a ser o protagonista da Taça Guanabara

Vinícius Júnior sequer é titular, mas foi a cara (e o cara) do Flamengo na conquista da Taça Guanabara. Aos 17 anos, o garoto levantou seu primeiro caneco como profissional e deu o que falar no primeiro turno do Campeonato Carioca.Fez o que mais gosta: gols e dribles. É o artilheiro rubro-negro no Carioca, com três gols. Mas também comemorou, provocou e incendiou o Rubro-Negro na Taça Guanabara. Abaixo lista o que de melhor Vinícius Júnior fez no primeiro turno do Estadual.

Camisa 10 e gol da vitória
Assim como a maior parte do elenco do Flamengo, Vinícius Júnior ficou fora da estreia contra o Volta Redonda. Sua estreia em 2018 foi contra a Cabofriense. E com estilo. Em seu primeiro jogo como profissional com a camisa 10 rubro-negra, o atacante foi o protagonista da vitória 1 a 0, na Ilha do Urubu. Foi dele, inclusive, o gol do jogo.

Caneta e assistência para Lincoln
No jogo seguinte, contra o Bangu, mais uma vez Vinícius Júnior comandou um Flamengo formado praticamente por garotos. Desta vez não teve gol, mas sobrou talento. Além de jogadas de efeito, o lance que garantiu a vitória por 1 a 0 saiu de seus pés. Vinícius deu uma caneta no marcador e cruzou na medida para seu amigo Lincoln marcar seu primeiro como profissional.

Com a volta dos titulares, Vinícius Júnior foi para o banco. Mas não deixou de ser protagonista. Na semifinal contra o Botafogo, por exemplo, entrou com a classificação praticamente resolvida. Ficou cerca de 15 minutos em campo. Mesmo assim, após o clássico, só se falava nele. Nos acréscimos, fez um golaço de fora da área e comemorou com um gesto de "chororô".

Confusão dentro e fora de campo. Alguns jogadores alvinegros partiram para cima dele, mas foram contidos. Já a diretoria do Botafogo vetou a decisão da Taça Guanabara no Nilton Santos por causa da comemoração. A polêmica ganhou jornais e sites internacionais.

Vai aonde?
Teve gol, assistência e polêmica, mas também dribles. Ao longo da Taça Guanabara, Vinícius Júnior mostrou um pouco de seu repertório. Listamos alguns lances.

Foi o não foi?
Nem o próprio Vinícius soube responder se tocou na bola no segundo gol do Flamengo, na final contra o Boavista. No lance, Everton Ribeiro levanta na área, o jovem atacante tenta pegar de primeira, mas fura. A dúvida é se a bola raspou ou não em Vinícius. Fato é, no entanto, que para a arbitragem o gol do título foi de Vinícius.


Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro



Este artigo veio de Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

O endereço desta história é:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/xnews/article.php?storyid=15966