Henry esclarece frase comparando Neymar e Messi e brinca com repercussão

Data 21/02/2018 14:50:00 | Tóopico: Esportes

Declaração feita no ano passado volta a repercutir, e francês explica: "Todo jogador no mundo está à sombra de Messi"

Thierry Henry usou suas redes sociais para explicar uma declaração feita por ele no ano passado e reproduzida após o empate entre Chelsea e Barcelona por meios de comunicação de diversas partes do planeta, entre eles o GloboEsporte.com. Na ocasião em que Neymar deixou o Barcelona rumo ao PSG, o francês foi questionado se o brasileiro estaria mudando de clube para sair da sombra de Messi e disse que, se esse raciocínio fosse levado em consideração, todos deveriam parar de jogar. E nesta quinta-feira brincou:

Alguns jornalistas deveriam relaxar. Quando me perguntaram no ano passado se o Neymar deixou o Barcelona por estar à sombra de Messi, eu simplesmente disse: 1) não faço ideia por que ele saiu, 2) que TODO jogador no mundo está à sombra de Messi, 3) por esse raciocínio, todo o time deveria parar, e 4) de repente foi por essa razão que eu parei! (brincadeira ha ha ha ha) - disse o ex-atacante de Arsenal e Barcelona, através do Twitter.

O GloboEsporte.com, de forma equivocada, reproduziu a declaração, creditando como se ela tivesse sido feita em comentário a uma emissora inglesa durante o empate entre Chelsea e Barcelona, nesta terça-feira, pela Liga dos Campeões. O ídolo francês é atualmente comentarista da emissora inglesa "Sky Sports" e, na época da transferência de Neymar para o PSG, disse o seguinte.

- Não sei se Neymar saiu do Barcelona para não ficar na sombra de Messi. O que posso dizer é que todos os jogadores estão na sombra de Messi. E se Neymar não quer ficar na sombra dele, deve mudar de esporte – sentenciou o ex-atacante da seleção francesa, campeão mundial em 1998 e vice em 2006, quando fez o gol que eliminou o Brasil da Copa nas quartas de final.


Por GloboEsporte.com, Rio de Janeiro



Este artigo veio de Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

O endereço desta história é:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/xnews/article.php?storyid=15990