Orquestra abre Temporada 2018 com Beethoven e estreias

Data 01/03/2018 14:30:00 | Tóopico: Cultura

O concerto abre a já tradicional 'Série Cajueiros'

A Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse) dará início à sua Temporada 2018 de Concertos, no próximo dia 08 de março, sob a direção do maestro Guilherme Mannis. Em apresentação no Teatro Tobias Barreto, o grupo realizará duas primeiras audições em Sergipe, além da apresentação da famosa Sinfonia nº6 em Fá maior, Pastoral, de Ludwig van Beethoven (1770-1827).

O concerto abre a já tradicional “Série Cajueiros”, que traz ao público sergipano consagradas obras do repertório sinfônico tradicional. Os ingressos já estão disponíveis nas bilheterias do Teatro Tobias Barreto, a preços populares. A Orsse é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

Entre as novidades previstas para esta Temporada está a criação da “Série Umbuzeiros”, de Música de Câmera da Orsse, com a participação dos próprios músicos da orquestra, bem como a retomada de importantes projetos como o “Sinfonia do Saber”, de formação de plateias junto a alunos do Ensino Fundamental. Será retomado também o projeto “Orquestra na Estrada”, em que o grupo visita cidades do interior do Estado.

Segundo o maestro, Guilherme Mannis, a Orquestra está buscando novos rumos para este ano, a partir destes projetos. “Pluralidade e inclusão são as palavras que definem nossa atuação nesta Temporada, sem abrirmos mão da excelência de nossos espetáculos e nossa programação”, afirmou.

Neste concerto, além da Sinfonia nº6 de Beethoven, uma das mais conhecidas obras da fase romântica do compositor, alusiva a belíssimas paisagens e momentos campestres, serão apresentadas de forma inédita em Sergipe a Abertura da ópera “Armida”, do compositor austríaco Joseph Haydn (1732-1809), bem como o virtuosístico Concerto para Orquestra de Cordas e Percussão, do brasileiro Mozart Camargo Guarnieri (1907-1993), cuja composição, no ano de 1972, foi dedicada à Orquestra Armorial de Câmara de Pernambuco.

Sobre o maestro

Guilherme Mannis é Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Sinfônica de Sergipe desde 2006, onde tem dividido o palco com artistas como Maria João Pires, Michel Legrand, Nelson Freire, Jean Louis Steuerman, André Mehmari, Emmanuele Baldini, Rosana Lamosa, Wagner Tiso, Amaral Vieira, Eduardo Monteiro, entre outros. Como regente convidado tem dirigido importantes grupos no Brasil e exterior, tais como a Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Amazonas Filarmônica, Petrobras Sinfônica, Sinfônica de Porto Alegre, Sinfônica do Paraná, Sinfônica de Roma, Sinfônica de Bari, Sinfonia Toronto, World Youth Orchestra, Sinfônica de Rosário (Argentina), Sinfônica do Espírito Santo, Sinfônica da USP Teatro Nacional de Brasília, Experimental de Repertório, Sinfônica da Bahia, Sinfônica Heliópolis, Sinfônica do Teatro São Pedro, Sinfônica de Monterrey, Sinfônica de Guanajuato, entre outras. Doutorando em música, foi aluno destacado dos maestros Isaac Karabtchevsky e John Neschling. É professor do Departamento de Música da Universidade Federal de Sergipe.

SERVIÇO

Orquestra Sinfônica de Sergipe
Série Cajueiros - Abertura da Temporada 2018 de Concertos
GUILHERME MANNIS, regente
Teatro Tobias Barreto, 08 de março de 2018 (quinta-feira), 20h30

Repertório

Franz Joseph HAYDN
Abertura Armida, Hob. XXVIII: 12
Mozart Camargo GUARNIERI
Concerto para Orquestra de Cordas e Percussão
Ludwig van BEETHOVEN
Sinfonia nº6, op. 68, em Fá maior, “Pastoral”

Ingressos disponíveis nas bilheterias do Teatro Tobias Barreto a partir do dia 05 de março, nos valores de R$10 (estudantes, melhor idade e professores) e R$20.

Realização: Secretaria de Estado da Cultura / Governo de Sergipe

Fonte: Secult



Este artigo veio de Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

O endereço desta história é:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/xnews/article.php?storyid=16061