PT impõe condições para manter apoio a Belivaldo

Data 05/03/2018 11:20:00 | Tóopico: Manchete

O vice-presidente nacional do PT e ex-deputado federal, Márcio Macêdo, afirmou que o PT Sergipe continua apoiando a chapa que tem como pré-candidato a governador Belivaldo Chagas, porém, para se manter neste bloco, é preciso que o partido seja respeitado e tenha espaço para indicar nomes para disputar mandatos de senador, deputado federal e estadual nas eleições de 2018.
“O PT é o maior partido de Sergipe, tem vereadores em todo estado, deputados estaduais e federais, história consolidada, um legado deixado por Marcelo Déda, prefeitos e a maior liderança popular do país. Temos também tempo de TV grande e militância forte, com relação muito consolidada com movimentos sociais. Queremos ser respeitados e estarmos presentes na chapa majoritária, ajudar a montar programa de governo, a administrá-lo caso seja vitorioso. É natural que a gente siga com esse bloco. Mas se não for possível, temos outros planos e nomes próprios e fortes, como o de Rogério Carvalho, que é pré-candidato a senador”, pontuou Macêdo.

As afirmações foram feitas durante entrevista neste domingo (04), para a Rádio Educadora AM de Frei Paulo. Na ocasião, Márcio também aproveitou para reforçar que é pré-candidato a deputado federal. O vice-presidente nacional do PT acredita que vive um momento político de maior amadurecimento e experiência. “Minha experiência como deputado foi muito bacana. Procurei contribuir com meu estado, orgulhar nossa gente, fiz um grande debate nacional, participei e fiquei entre os 100 melhores deputados durante três anos consecutivos.

Além disso, trouxe emendas parlamentares para Sergipe, conseguindo liberar muitos benefícios como calçamentos, praças, Unidades Básicas de Saúde e de Pronto Atendimento, além de conseguir emenda de bancada de R$ 13 milhões para a Universidade Federal de Sergipe (UFS). Graças a Deus, tenho um nome e uma vida limpos, ninguém nunca ouviu falar de envolvimento meu em “maracutaia” e procuro fazer política de forma séria e honrada, até porque acredito dela como instrumento de transformação da vida das pessoas para melhor”, defendeu Márcio.

*Com informações da Assessoria de Imprensa



Este artigo veio de Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

O endereço desta história é:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/xnews/article.php?storyid=16080