BUGUEIROS DA PRAIA DO SACO BUSCAM APOIO DO GOVERNO

Data 06/03/2018 09:50:00 | Tóopico: Manchete

Por uma decisão judicial, os bugueiros que atuam na Praia do Saco, em Estância, Litoral Sul de Sergipe, estão impedidos de trabalhar. Na manhã desta segunda-feira (05), representantes da Associação de Buggys da Praia do Saco se reuniram com o diretor-presidente da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), Francisco de Assis Dantas, e o secretário de Estado do Turismo, Fábio Henrique, para buscar uma alternativa de resolução ao problema.
Na reunião foram apresentadas as propostas de ação dos dois órgãos em relação à decisão judicial. Deste trabalho conjunto, que envolve diversos órgãos, a Adema buscará apresentar um parecer técnico que deverá ser encaminhado para a devida apreciação do poder judicial.Uma das opções apresentadas foi a criação de um roteiro turístico pelas dunas, preservando a integridade do meio ambiente, sobretudo as áreas de desova das tartarugas-marinhas, as dunas permanentes e a vegetação.

“Como em outros estados foi possível a criação de um roteiro turístico que respeita o meio ambiente, temos nos unido para que seja feito algo semelhante”, disse o presidente da Adema, Francisco Dantas.Segundo o secretário Fábio Henrique, o governador Jackson Barreto definiu que as secretarias estejam unidas para resolver às questões referentes à praia do Saco.

“Estamos falando de 50 famílias que estão impedidas de realizar os seus trabalhos e, com isso, tem havido uma queda no fluxo de turistas na região, esse fato acaba por atingir também os bares, os restaurantes e toda a cadeia do turismo", afirmou o secretário.Para a presidente da Associação dos Bugueiros, Eunice Brasil Leão, o encontro foi positivo, mas ainda não há nada concreto. “Temos pressa, são muitos pais de família que estão sem ter o que levar pra casa, esse trabalho é o ganha-pão de muita gente, mas estamos esperançosos de que tudo seja resolvido o mais breve possível”, disse.


Por F5 News



Este artigo veio de Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

O endereço desta história é:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/xnews/article.php?storyid=16097