Seul e Pyongyang concordam em realizar cúpula em abril

Data 06/03/2018 10:40:00 | Tóopico: Internacionais

Da Agência EFE*
As duas Coreias concordaram em realizar uma cúpula em abril na fronteira e estabelecer uma linha direta de comunicação entre seus líderes, anunciou nesta terça-feira (6) o governo de Seul. A informação é da Agência EFE.O encontro, que significaria a terceira cúpula da história entre as duas Coreias, será realizado na aldeia da paz de Panmunjeom, na fronteira entre os dois países, anunciou durante uma entrevista coletiva o chefe do escritório presidencial sul-coreano de Segurança Nacional, Chung Eui-yong.

O anúncio aconteceu na volta da viagem de dois dias de Chung à Coreia do Norte, onde esteve como enviado de Seul junto a uma delegação que teve um encontro com o líder norte-coreano, Kim Jong-un.

As Coreias concordaram em iniciar uma linha direta de comunicação entre seus dois líderes "para permitir um diálogo estreito e o rebaixamento das tensões militares", detalhou Chung.

Durante a visita da delegação sul-coreana à Coreia do Norte, o regime de Pyongyang também reiterou seu compromisso de se desfazer de suas armas nucleares.

"O Norte expressou claramente seu compromisso com a desnuclearização da península coreana e disse que não teria nenhuma razão para possuir armas nucleares se a segurança do seu regime for garantida e as ameaças militares contra a Coreia do Norte eliminadas", explicou Chung.

A Coreia do Norte expressou sua vontade de dialogar com os Estados Unidos e se comprometeu a suspender seus testes nucleares e de mísseis caso esses contatos se iniciem.

O regime norte-coreano se absteria de realizar "provocações armamentísticas estratégicas" enquanto se desenvolve esse eventual diálogo, disse o enviado de Seul ao Norte, em declarações recolhidas pela agência local Yonhap.

A viagem da delação sul-coreana a Pyongyang, a primeira em mais de 10 anos de uma representação de alto nível ao Norte, respondeu à histórica visita que a irmã do líder norte-coreano, Kim Yo-jong, realizou em fevereiro a Sul, pela ocasião dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Durante um dos seus vários encontros com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, a irmã do líder da Coreia do Norte fez um convite para realizar uma cúpula com Kim Jong-un em Pyongyang.






Este artigo veio de Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

O endereço desta história é:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/xnews/article.php?storyid=16099