Irmã Dulce é homenageada pela Arquidiocese de Aracaju

Data 08/03/2018 10:10:00 | Tóopico: Cultura

Roda de conversa “Doce Dulce Mulher” ocorre no município de São Cristóvão (SE) está aberta para estudantes e população em geral.

No Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta quinta-feira (8), a Arquidiocese de Aracaju e a Secretaria de Estado da Cultura realizam uma roda de conversa para homenagear Irmã Dulce dos Pobres. O evento será às 9h30, no Museu Histórico de Sergipe, em São Cristóvão (SE).

A roda de conversa “Doce Dulce Mulher” está aberta para estudantes e população em geral. O tema vai ser discorrido pela advogada Ana Lúcia Aguiar, membro da comissão de beatificação, e pelo Padre José Almi de Meneses, sacerdote que acompanhou o processo de reconhecimento do milagre.

Em Sergipe
Irmã Dulce dos Pobres viveu no Convento Nossa Senhora do Carmo, em São Cristóvão, no ano de 1933. Um dos milagres atribuídos à Irmã Dulce, que valeu para seu processo de beatificação, também ocorreu em solo sergipano, na cidade de Itabaiana, em que uma mãe se recuperou, de maneira inexplicável, de uma hemorragia ocorrida durante o parto.


Por G1 SE, Aracaju



Este artigo veio de Tribuna Cultural
http://www.atribunacultural.com.br

O endereço desta história é:
http://www.atribunacultural.com.br/modules/xnews/article.php?storyid=16128