Sergipe

BELIVALDO COMEMORA SERGIPE COM 24 HORAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19, MAS ALERTA: MAS NÃO É HORA DE BAIXAR A GUARDA

Publicada em 06/09/21 às 08:00h - 95 visualizações

por Faxaju


Compartilhe
Compartilhar a notícia BELIVALDO COMEMORA SERGIPE COM 24 HORAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19, MAS ALERTA: MAS NÃO É HORA DE BAIXAR A GUARDA  Compartilhar a notícia BELIVALDO COMEMORA SERGIPE COM 24 HORAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19, MAS ALERTA: MAS NÃO É HORA DE BAIXAR A GUARDA  Compartilhar a notícia BELIVALDO COMEMORA SERGIPE COM 24 HORAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19, MAS ALERTA: MAS NÃO É HORA DE BAIXAR A GUARDA

Link da Notícia:

BELIVALDO COMEMORA SERGIPE COM 24 HORAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19, MAS ALERTA: MAS NÃO É HORA DE BAIXAR A GUARDA
 (Foto: Divulgação)
O governador Belivaldo Chagas (PSD) comemora a informação de que Sergipe  não registrou mortes pela COVID-19 nas últimas 24h! “Graças a Deus, ao trabalho intenso da nossa equipe e ao avanço da vacinação, o boletim epidemiológico deste domingo (05) não traz nenhum novo óbito. Motivo de comemoração, mas não de baixar a guarda nas medidas restritivas.

– Essa é uma daquelas notícias que nos deixam extremamente felizes e otimistas por dias melhores! – disse Belivaldo Chagas.

Segundo o governador mais uma vez, Sergipe não registrou mortes pela Covid-19 entre o fechamento do boletim epidemiológico do sábado e o deste domingo, em que tivemos apenas 22 casos novos registrados da doença.

Para Belivaldo, o “momento é positivo, a vacinação está avançando inclusive nos adolescentes, mas ainda não é hora baixar a guarda. Continue seguindo todas as medidas restritivas para que possamos voltar de uma vez à normalidade das nossas vidas!”




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79) 9.8156-8504

Visitas: 2159989
Usuários Online: 106
Copyright (c) 2022 - Atribuna Cultural - Fundado em 30/03/2001