Esporte

TÓQUIO 2020 CONTABILIZA 58 CASOS DE COVID-19 NA SEMANA DA ABERTURA

Preocupação com número de infectados contrasta com clima olímpico das delegações antes da cerimônia no Estádio Olímpico

Publicada em 19/07/21 às 10:03h - 303 visualizações

por André Avelar, do R7, em Tóquio, no Japão


Compartilhe
Compartilhar a notícia TÓQUIO 2020 CONTABILIZA 58 CASOS DE COVID-19 NA SEMANA DA ABERTURA  Compartilhar a notícia TÓQUIO 2020 CONTABILIZA 58 CASOS DE COVID-19 NA SEMANA DA ABERTURA  Compartilhar a notícia TÓQUIO 2020 CONTABILIZA 58 CASOS DE COVID-19 NA SEMANA DA ABERTURA

Link da Notícia:

TÓQUIO 2020 CONTABILIZA 58 CASOS DE COVID-19 NA SEMANA DA ABERTURA
 (Foto: THOMAS PETER/REUTERS)
A semana que marca o início de Tóquio 2020 começou com uma contradição. Enquanto as delegações passam a viver o clima dos Jogos na capital japonesa, os casos registrados de covid-19 entre a comunidade olímpica aumentam a preocupação com relação à segurança do evento. Até esta segunda-feira (19), 58 pessoas foram diagnosticadas com o coronavírus.

Segundo dados disponibilizados pelo comitê organizador, os números registrados a partir de 1º de julho contam: quatro atletas, 17 membros dos comitês internacionais e nacionais, cinco jornalistas, três funcionários de Tóquio 2020 e 29 terceirizados.

Médico-chefe de um comitê independente para a covid-19, Brian McCloskey explicou que camadas de proteção foram tomadas para a realização da Olimpíada. Dos testes realizados diariamente nos atletas até a vacinação, não-obrigatória para a entrada no Japão ou participação nas competições, tudo é considerado para conter a disseminação.

“Monitoramos as pessoas desde a chegada no aeroporto e, cada camada do protocolo, é uma proteção a mais, é uma redução do risco de que o coronavírus seja espalhado. E os números de casos positivos até agora são muito baixos”, disse McCloskey.

Entre os atletas, os casos de maior preocupação estão relacionados aos dois jogadores da seleção sul-africana masculina de futebol. O comitê do país confirmou que os casos são referentes aos jogadores Thabiso Monyane e Kamohelo Mahlatsi, além do analista de vídeo Mario Masha.

Diante dos quadros, a partida de estreia da África do Sul no futebol, justamente contra o 
Japão, inclusive, ganha contornos ainda mais tensos. A mídia local entende que não se tem a real noção do quanto os membros infectados tiveram contato próximo com o restante da delegação.

O COI (Comitê Olímpico Internacional) também garante que a testagem diária dos atletas é um mecanismo eficiente para evitar a propagação do vírus. O comitê afirma que 8 mil testes para a detecção da covid-19 já foram realizados.

No último levantamento do Governo de Tóquio, 1.008 casos foram registrados em 24 horas. Ao todo, são 189.184 casos, sendo 2.252 mortes.

A Cerimônia de Abertura acontece nesta sexta-feira, no Estádio Olímpico da capital japonesa. Como anunciado no começo do mês, a festa acontecerá sem a presença do público. O COI ainda tenta a liberação de pelo menos ml convidados de honra.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79) 9.8156-8504

Visitas: 2160021
Usuários Online: 78
Copyright (c) 2022 - Atribuna Cultural - Fundado em 30/03/2001