Esporte

MESTRE MUQUIRANA QUER VOLTAR A ENSINAR CAPOEIRA EM ESTÂNCIA E PRECISA DE APOIO

“Quando eu retornei do Rio de Janeiro para Estância, em 1985, eu criei aqui um grupo de capoeira, intitulado ‘Filosofia Negra’, em Estância esse grupo foi o primeiro”

Publicada em 12/03/22 às 16:53h - 188 visualizações

por Atribuna Cultural/Fundada em 30 de março de 2001.


Compartilhe
Compartilhar a notícia MESTRE MUQUIRANA QUER VOLTAR A ENSINAR CAPOEIRA EM ESTÂNCIA E PRECISA DE APOIO  Compartilhar a notícia MESTRE MUQUIRANA QUER VOLTAR A ENSINAR CAPOEIRA EM ESTÂNCIA E PRECISA DE APOIO  Compartilhar a notícia MESTRE MUQUIRANA QUER VOLTAR A ENSINAR CAPOEIRA EM ESTÂNCIA E PRECISA DE APOIO

Link da Notícia:

MESTRE MUQUIRANA QUER VOLTAR A ENSINAR CAPOEIRA EM ESTÂNCIA E PRECISA DE APOIO
Muquirana é conhecido no Estado por essa arte  (Foto: Atribuna Cultural)

Já aposentado, o mestre de capoeira, conhecido por Muquirana, morador de Estância desde criança, quando deixou sua terra natal, São Cristovão, no colo de sua avó, para vir morar na terra de Pedro Homem da Costa, fala que deseja voltar a ensinar capoeira aos meninos e meninas desta cidade que lhe acolheu, contudo, falta-lhe apoio.

No presente momento, eu desconheço outro nome, a não ser o de Muquirana, que de fato eu ouvia falar nessa época, que lidava com a arte da capoeira em Estância.

Entrevistamos Muquirana no mês passado, e ele garante, que foi o precursor da capoeira em Estância. “Quando eu retornei do Rio de Janeiro para Estância, em 1985, eu criei aqui um grupo de capoeira, intitulado ‘Filosofia Negra’, em Estância esse grupo foi o primeiro”, revelou.

Segundo o mestre Muquirana, nessa época que foi criado o “Filosofia Negra”, ainda não existia nenhum grupo de capoeira em Estância. “Eu sou o pioneiro da capoeira em Estância”, disse.

De tanto sucesso e uma novidade na cidade, segundo diz Muquirana, seu grupo passou a contar com quase quatrocentos alunos. “Teve muita gente que não podia pagar para aprender essa arte, e aí, eu deixava de graça”, contou.

Muquirana quer voltar a ensinar capoeira em Estância, mas precisa de apoio de alguém, até da própria prefeitura, através da sua Secretaria de Esportes. “Eu faço parte do Conselho de Mestres de Capoeira de Sergipe, e quero voltar a lecionar capoeira, mas não tenho espaço, ou seja, um salão para eu utilizar e acolher os meus futuros alunos”, destacou.

De acordo com o mestre Muquirana, ele já esteve conversando com uma diretora de uma escola pública de Estância, pedindo um espaço para recomeçar com a capoeira, mas ela lhe negou.

 

Por Magno de Jesus

Redação Tribuna Cultural




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79) 9.8156-8504

Visitas: 2160036
Usuários Online: 78
Copyright (c) 2022 - Atribuna Cultural - Fundado em 30/03/2001