Política

DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE PÓS PANDEMIA É TEMA DE DEBATE ENTRE PREFEITOS

Publicada em 19/07/21 às 10:39h - 129 visualizações

por Fames


Compartilhe
Compartilhar a notícia DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE PÓS PANDEMIA É TEMA DE DEBATE ENTRE PREFEITOS  Compartilhar a notícia DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE PÓS PANDEMIA É TEMA DE DEBATE ENTRE PREFEITOS  Compartilhar a notícia DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE PÓS PANDEMIA É TEMA DE DEBATE ENTRE PREFEITOS

Link da Notícia:

DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE PÓS PANDEMIA É TEMA DE DEBATE ENTRE PREFEITOS
 (Foto: Fames)
Discutir o desenvolvimento regional e a melhoria da qualidade de vida da população do Nordeste. Com esse objetivo, foi realizado na última sexta-feira, 16, em Recife-PE, o Encontro Nordeste Unido pelo Desenvolvimento.

O encontro reuniu representantes de entidades municipalistas de todo o Nordeste. Representaram Sergipe o presidente da Federação dos Municípios de Sergipe (Fames), Cristiano Cavalcante, e a prefeita de Capela, Silvany Mamlak, atualmente titular do Conselho Fiscal da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Para a prefeita de Capela, o momento foi o primeiro de um debate importante para toda a região.

“Definimos um Plano de Ação para a construção da Agenda Nordeste, que está incluída na pauta nacional do municipalismo. É inegável, por exemplo, a importância de programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, e o peso que o auxílio emergencial teve no amortecimento do impacto da pandemia na economia”, explicou Silvany.

Além disso, a prefeita de Capela acrescenta que os debates têm como foco o desenvolvimento de toda a região, a partir dos municípios.

“Conhecemos nossa realidade pois somos nós, prefeitos e prefeitas, que estamos em contato mais próximo com a população”, acrescentou.

Segundo Cristiano Cavalcante, presidente da Fames, o Nordeste mostrou, novamente, sua força neste encontro.

“As entidades do Nordeste têm atuado ativamente, sustentada no diálogo. Neste encontro, procuramos encontrar alternativas para o desenvolvimento dos municípios, dentro de suas possibilidades”, afirmou Cristiano.

Entre as pautas defendidas pelas entidades, está a implementação do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), a potencialização da prática consorciada entre os municípios e a importância da atuação dos entes federativos no enfrentamento às situações de vulnerabilidades sociais.

De acordo com Cristiano, são pautas importantes pois garantirão fatores importantes para a gestão pública, como a economicidade.

Para Cristiano, “através de uma agenda voltada ao desenvolvimento local, associada ao fortalecimento de vínculos entre municípios, buscamos entregar melhores serviços com maior rentabilidade, além de buscar maneiras de atrair investimentos, gerando emprego e renda nos municípios”, concluiu.



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (79) 9.8156-8504

Visitas: 2160208
Usuários Online: 79
Copyright (c) 2022 - Atribuna Cultural - Fundado em 30/03/2001